Open Journal Systems

DIAGNOSE MICROSCÓPICA FOLIAR E CAULINAR DE Podocarpus lambertii KLOTZSCH EX ENDL., PODOCARPACEAE

M. R. Duarte, A. L. Matos, D. C. Souza

Resumo


A espécie Podocarpus lambertii, denominada vulgarmente de pinheiro-bravo, é nativa do Brasil e ocorre tipicamente em floresta semidecídua de altitude e mata de pinhais. É uma árvore dioica, perenifólia e heliófita, que pode atingir 15 m de altura, utilizada popularmente na terapêutica, em razão da resina com atividade antimicrobiana. Como pouco se sabe sobre as características anatômicas dessa planta medicinal, este trabalho realizou a diagnose microscópica de folha e caule de P. lambertii, com fins de identificação para o controle de qualidade farmacognóstico. Folhas adultas e caules jovens foram fixados, seccionados à mão livre ou em micrótomo de rotação, e corados. Na folha, em vista frontal, ocorrem estômatos exclusivamente na face abaxial, distribuídos em fileiras. As células epidérmicas têm formato retangular e paredes anticlinais com pequenas ondulações. Em secção transversal, há epiderme unisseriada, camada subepidérmica de fibras junto a ambas as superfícies, mesofilo isobilateral, um único feixe vascular colateral na nervura central e tecido de transfusão acessório em meio ao clorênquima e ao sistema vascular. No caule, o felogênio tem instalação nas camadas intermediárias do córtex e ocorrem fibras, esclereídes e um cilindro contínuo de floema externamente ao de xilema. Dutos secretores estão presentes nos órgãos vegetativos analisados.

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v12i1.27222