Open Journal Systems

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIULCEROGÊNICA DE Hamamelis virginiana L. E Sambucus australis Cham. & Schltdl.

M. D. Maria, D. N. Dudek, T. L. Tonete, T. C. M. Jorge, A. C. C. Sanches

Resumo


Úlcera é um tipo de inflamação que afeta um considerável número de pessoas no mundo, como muitas recorrem às plantas como um cuidado primário de saúde torna-se importante a realização de estudos sobre as mesmas. As plantas possuem componentes capazes de exercer ações farmacológicas. Já foram descritas para Hamamelis virginiana L. ação antiviral, antibacteriana, antiinflamatória, antioxidante. Enquanto para Sambucus australis Cham. & Schltdl. são conhecidas ações antiinflamatórias e antioxidantes, tendo grande popularidade no tratamento sintomático de moléstias eruptivas, gripes e resfriados. O objetivo desse trabalho foi avaliar a atividade antiulcerogênica dos extratos brutos de H. virginiana L. e S. australis Cham. & Schltdl., frente ao modelo de úlcera induzido por etanol, em ratos. O tratamento realizado foi de caráter preventivo, no qual se administrou cimetidina 100mg/Kg (controle positivo), água destilada (controle negativo), H. virginiana L. 100 e 200mg/Kg, S. australis Cham. & Schltdl. 150 e 200mg/Kg, posteriormente a úlcera foi induzida. . Dos extratos avaliados apenas H. virginiana L. apresentou atividade antiulcerogênica significativa (p<0,05), S. australis Cham. & Schltdl. não apresentou a mesma atividade, porém mostrou uma tendência à ação anti-edematogênico na dose de 150mg/Kg.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v11i2.21364