SATISFAÇÃO EM CUIDAR DE IDOSOS COM ALZHEIMER: PERCEPÇÕES DOS CUIDADORES FAMILIARES

Fabiana cristina Vidigal, Roberta Fernanda Rogonni Ferrari, Daysi Mara Murio Ribeiro Rodrigues, Sonia Silva Marcon, Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera, Lígia Carreira

Resumo


O objetivo deste estudo foi apreender as condições de satisfação de cuidadores familiares de idosos
com Doença de Alzheimer no município de Umuarama-PR. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa,
descritivo e exploratório, realizado com oito cuidadores familiares. Os dados foram coletados no período de
julho a setembro de 2013, por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas no domicilio e após, submetidas à
análise, da qual emergiram quatro categorias: a vivência com o cuidado permite desenvolvimento de habilidades,
o provimento de bem-estar ao idoso permite satisfação para o cuidador familiar, a religiosidade favorece a
satisfação em cuidar e demonstrar amor e gratidão por meio do cuidado favorece a satisfação do cuidador
familiar. Os resultados apontaram que também existe satisfação no ato de cuidar, desmitificando o imaginário
de que essa atividade é permeada apenas por insatisfação e sobrecarga.


Palavras-chave


Doença de Alzheimer; Idoso; Cuidadores; Satisfação pessoal.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v19i4.36739

 Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133