VARIAÇÕES DOS TOTAIS DE CHUVAS E TEMPERATURA DO AR NA BACIA DO RIO PANDEIROS, NORTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS-BRASIL: ARTICULAÇÃO COM FATORES DE DIFERENTES NÍVEIS ESCALARES EM ÁREA DE TRANSIÇÃO CLIMÁTICA DE CERRADO PARA SEMIÁRIDO

Carlos Henrique Jardim, Felipe Pereira de Moura

Resumo


As variações dos elementos do clima constituem-se em importante aspecto a ser compreendido e considerado no diagnóstico ambiental e planejamento das atividades humanas. Em vista disso, este artigo tem como objetivo apresentar os resultados das análises das variações de chuva e temperatura do ar, considerando a influência de diversos fatores (massas de ar, topografia, uso do solo etc.) no interior e áreas limítrofes à bacia do rio Pandeiros, norte do estado de Minas Gerais-Brasil, resultado de projeto de pesquisa (FAPEMIG APQ-03773-14 Sustentabilidade da Bacia do Rio Pandeiros: Dinâmica de Vertentes da Bacia do rio Pandeiros). Situada em área de transição climática, as médias anuais de temperatura e chuva indicam, respectivamente, 24,4°C e 826,5 mm, com fortes desvios negativos (Estação Meteorológica INMET Januária-MG, -15°26’52”; -44°21’58”; 468 m). O relevo caracteriza-se por formas planas e convexas sobre amplos interflúvios com baixo grau de entalhamento dos vales e altitudes médias entre 400-800 m. O uso do solo inclui áreas de pastagens, lavoura, silvicultura, biótopos naturais (cerrado e mata ciliar) e limitado equipamento urbano. Foram utilizadas séries temporais históricas de dados de temperatura e chuva (anual e mensal) obtidas de estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) para o segmento temporal entre 1961-2017 e dados obtidos em campo (2016-2018). A análise utilizou técnicas estatísticas básicas (médias, máximos e mínimos, agrupamento, tendências e desvio-padrão), climatologia sinótica, “análise rítmica” e microclimatológica e os resultados mostraram variações e desvios nos totais de chuva e temperatura e relação com modificações introduzidas na cobertura vegetal primitiva e uso do solo.


Palavras-chave


chuva, temperatura, topografia, uso do solo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v1i0.61013

Direitos autorais 2018 Carlos Henrique Jardim, Felipe Pereira de Moura