CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DO CLIMA URBANO EM UBERABA (MG)

Fabio de Oliveira Sanches, Enágio Fernandes, Ricardo Vicente Ferreira, Glauber Verner Firmino, Matheus Oliveira Alves

Resumo


Estudos mostram que o efeito da “ilha de calor urbana” ocorre quando, em decorrência modificações das características físicas das superfícies, resultante da substituição de áreas verdes por edificações e pavimentação, ocorre o aumento da temperatura do ar nas áreas centrais das cidades em relação as áreas mais afastadas do centro. O presente artigo tem como objetivo comparar as temperaturas do ar em quatro sítios (locais) representativos da cidade de Uberaba (MG) buscando verificar se existem diferenças significativas em função do tipo de construção e de pavimentação no seu entorno. Foram utilizados dados de temperatura do ar da Estação Meteorológica do INMET, da estação meteorológica do Aeroporto de Uberaba e dados coletados por meio de termohigrômetros digitais no centro da cidade e no bairro Boa Vista. A coleta dos dados foi feita em todos os meses do ano de 2016, durante 10 dias interruptos (do dia 20 ao dia 29), nos três horários sinóticos (9h; 15h; 21h horário local). Inicialmente, os dados dos quatro sítios foram submetidos à Análise de Variância (ANOVA) para verificar se houve variação significativa entre eles e, ao Teste de Tukey para identificação do (s) sítio (s) que variou (aram) em relação aos demais. Por interpretação visual de imagem do Google Maps, acessada pelo Sistema de Informação Geográfica QGIS, os tipos de revestimentos e cobertura vegetal urbana foram mapeados em um raio de 100 metros no entorno de cada sítio de coleta de dados. Os resultados da estatística (ANOVA e Tukey) revelaram que as temperaturas do centro da cidade e do bairro Boa Vista foram, significativamente, superiores aos dados de temperatura do Aeroporto e do INMET na maior parte dos meses do ano analisado. O processamento da imagem de satélite demonstrou que a maior parte da superfície no entorno dos sítios central e do bairro Boa Vista são constituídos por áreas edificadas (altas e baixas) e com baixa densidade de vegetação quando comparadas aos outros dois sítios de coleta de dados (INMET e Aeroporto). Dessa forma, a partir dos resultados encontrados, foi possível concluir que o tipo de uso e de ocupação do solo urbano são os responsáveis pela ocorrência temperaturas mais elevadas na região central e no bairro Boa Vista, em relação as demais localidades analisadas na cidade de Uberaba (MG).

Palavras-chave


Ilha de Calor Urbano; ANOVA; Teste de Tukey; Testes estatísticos; Triângulo Mineiro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v1i0.60447

Direitos autorais 2018 Fabio de Oliveira Sanches, Enágio Fernandes, Ricardo Vicente Ferreira, Glauber Verner Firmino, Matheus Oliveira Alves