ATIVIDADE CONVECTIVA ASSOCIADA ÀS ANOMALIAS DE TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE DO MAR NO ATLÂNTICO TROPICAL E IMPACTOS CLIMÁTICOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Camila Bertoletti Carpenedo

Resumo


Em Minas Gerais (MG), o ciclo anual da precipitação apresenta características marcadas de uma estação seca e outra úmida. Essa sazonalidade é típica de um Sistema de Monção, o qual é influenciado pela variabilidade da temperatura da superfície do mar (TSM) dos oceanos Atlântico e Pacífico. O objetivo deste estudo foi investigar a atividade convectiva associada às anomalias de TSM no Atlântico tropical, através dos índices climáticos Tropical Southern Atlantic (TSA) e Tropical Northern Atlantic (TNA), bem como o padrão espacial sazonal de precipitação e temperatura do ar sobre o Brasil, com foco em MG. Os resultados mostram que eventos frios (quentes) do TSA e eventos quentes (frios) do TNA estão associados com um deslocamento anômalo para norte (para sul) da Zona de Convergência Intertropical do Atlântico. Eventos frios (quentes) do TSA (TNA) estão associados com um padrão espacial de anomalias de precipitação sobre o Brasil, semelhante ao padrão de gangorra associado à Zona de Convergência do Atlântico Sul, indicando uma maior (menor) atividade convectiva. Desta forma, em MG há anomalias positivas (negativas) de precipitação e anomalias negativas (positivas) de temperatura do ar na primavera e verão. Este estudo evidencia a importância de monitorar as anomalias de TSM no Atlântico tropical para melhor compreender e prever as variações de precipitação e temperatura do ar no estado de MG.

Palavras-chave


Oceano Atlântico tropical, Atividade Convectiva, Precipitação, Estado de Minas Gerais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v1i0.60355

Direitos autorais 2018 Camila Bertoletti Carpenedo