Open Journal Systems

INDICADORES CLIMÁTICOS DE DESERTIFICAÇÃO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PAJEÚ, PERNAMBUCO

Deivide Benicio Soares, Ranyére Silva Nóbrega, Josiclêda Domiciano Galvíncio

Resumo


Apesar de o tema da desertificação ser estudado em âmbito internacional desde a década de 1970, o consenso sobre o assunto ainda é muito restrito, especialmente quando se trata da definição dos indicadores de desertificação. Desde a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Desertificação em 1977, em Nairóbi, no Quênia, os indicadores de desertificação constituem tema de estudos e discussões tanto no meio acadêmico/científico, quanto no meio técnico, representado pelas entidades governamentais. Dentre os indicadores de desertificação consensuados na atualidade estão os indicadores abióticos, representados pelos aspectos climáticos, edáficos e hídricos. Neste contexto está fundamentado o objetivo deste trabalho: analisar os indicadores climáticos de desertificação na bacia hidrográfica do rio Pajeú, buscando-se identificar tendência climática na Precipitação, no Índice de Aridez e no Índice de Precipitação Padronizada. Através da aplicação do teste de Mann-Kendall em séries históricas de pluviometria do período de 1965 a 2014 de 12 localidades, foram encontradas tendências negativas (de diminuição) com significância estatística de 95% para a precipitação e os índices de aridez e de precipitação padronizada de três postos pluviométricos situados na porção sul da bacia.

Palavras-chave


tendência climática; índice de aridez; índice de precipitação padronizada

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v22i0.58557