ZONEAMENTO AGROCLIMÁTICO DO MELÃO NA REGIÃO SUDOESTE DE MATO GROSSO

Tamires da Silva Machado, Sandra Mara Alves da Silva Neves, Santino Seabra Junior, Ronaldo José Neves

Resumo


O estado de Mato Grosso teve em 2010 uma produção de 646 t h-¬¹ de Cucumis melo L., considerada comercialmente pequena, pois está aquém do seu potencial agrícola, considerando a extensão de seu território e a demanda estadual. Segundo o exposto, objetivou-se realizar o zoneamento da aptidão agroclimática para o cultivo do melão na região sudoeste mato-grossense. Diante disso, as classes de aptidão foram criadas a partir das necessidades do meloeiro, no tocante à temperatura e à pluviosidade, como também se considerou as restrições de solo e da geomorfologia. Os dados foram processados no ArcGis. Assim, foi observado que os municípios da região sudoeste apresentam potencialidade para implantação do cultivo, com destaque para Lambari D’Oeste, Rio Branco, São José dos Quatro Marcos e Indiavaí, mas os agricultores devem estar atentos ao manejo adequado da irrigação


Palavras-chave


Cucumis melo L.; Geotecnologias; Agricultura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v20i0.45238

Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Climatologia

Prezados leitores, informamos que a Revista Brasileira de Climatologia encontra-se disponível no seguinte endereço: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/rbclima