Open Journal Systems

CLIMATOLOGIA DE FRENTES FRIAS NA AMÉRICA DO SUL E SUA RELAÇÃO COM O MODO ANULAR SUL (CLIMATOLOGY OF COLD FRONTS OVER SOUTH AMERICA AND ITS RELATION WITH THE SOUTHERN ANNULAR MODE)

Amanda Balbino Cardozo, Igor Stivanelli Custódio, Michelle Simões Reboita, Sâmia Regina Garcia

Resumo


Este estudo abordou três objetivos: (1) determinar a climatologia de frentes frias (FFs) em 8 cidades ao longo da costa leste da América do Sul no período de 2007 a 2013 com base em análise visual de cartas sinóticas e com um método objetivo usando duas diferentes reanálises; (2) mostrar a necessidade de estudos pontuais para definição de limiares quando do emprego de métodos automáticos para a identificação de FFs e (3) relacionar a ocorrência de FFs com as diferentes fases do Modo Anular Sul (MAS). Os resultados mostraram que o número médio anual de FFs diminui das maiores para as menores latitudes. De acordo com a média sazonal, baseada nas análises das cartas sinóticas, a ocorrência de FFs nas cidades argentinas praticamente não apresenta variabilidade sazonal. Já no Brasil, todas as cidades mostraram maior ocorrência de FFs no inverno e menor no verão. Em geral, as climatologias baseadas no emprego de um método automático dirigido com as reanálises subestimam o número de FFs. A relação da ocorrência de FFs com as fases do MAS mostrou uma preferência pela ocorrência de FFs na fase positiva do MAS na estação de verão e na fase negativa nas estações de inverno e primavera, para quase todas as cidades do estudo. Portanto, estudos como esse são importantes para monitoramento climático e para previsão de tempo.


Palavras-chave


Frentes frias; Variabilidade Climática; Reanálises

Texto completo:

PDF