AS CARACTERÍSTICAS DO CLIMA DE DOURADOS (MS) E SUAS CONEXÕES COM OS SISTEMAS ATMOSFÉRICOS REGIONAIS

Vladimir Aparecido SANTOS, Charlei Aparecido SILVA, Heverton SCHNEIDER

Resumo


RESUMO. O clima advém do processo dinâmico das relações de troca entre a atmosfera e a superfície terrestre, ou seja, Sistema Superfície Atmosfera (SSA). Então é através dos elementos climáticos, isto é, da umidade, pressão e temperatura, que atuam por toda extensão territorial a partir dos condicionantes fatores geográficos do clima, que são estabelecidas as inter-relações do SSA promovendo os entendimentos acerca da dinâmica climática que se estabelece em um dado período do ano e lugar. Nesse processo, os tipos de tempo que atuam sobre dada região e se ritmando de forma sucessiva e habitual vêm a promover a constituição do clima. Considerando que as ações humanas promovem as re/construções do espaço geográfico, sendo, portanto o clima considerado como um insumo, o qual é matematizado conforme as observações periódicas, passando a ser estudado a partir das intencionalidades do eixo econômico agroindustriais. Então se faz relevante à caracterização e análise do processo de desenvolvimento histórico da Climatologia e da dinâmica climática da região Centro-Oeste, tais análise perpassará pelo Estado de Mato Grosso do Sul, e por fim desembocará na caracterização da habitualidade do ritmo climático que se estabelece na cidade de Dourados, a qual possui condicionantes nas interações dos estados físicos da atmosfera sobre os fatores geográficos, que vêm a justificar as realidades climáticas que se dão através dos fenômenos que se apresentam em cada período estacional.

Palavras-chave


Ritmo Climático; Região Centro-Oeste; Mato Grosso do Sul; Dourados

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v9i0.27711

Direitos autorais