Tecnologia “telhado vivo”: estudo e potencial de integração de plantas nativas na cobertura e resgate da fauna

Isis Arend da Silva, Patrícia Arbo Souza, Sandro Rafael Dornelles Avila, Tayra Wagner Zucchett, Márcio Rosa D`Avila

Resumo


As áreas urbanas atualmente apresentam uma série de impactos ambientais, provenientes da densidade dos espaços construídos e a falta de qualidade ambiental nas cidades. O objetivo da pesquisa é adaptar a tecnologia “Telhado Vivo” à região de execução, Porto Alegre e área metropolitana no Estado do Rio Grande do Sul/Brasil, através da utilização de espécies de vegetação nativa, viabilizando melhora na qualidade de vida dos moradores de áreas urbanas e o resgate da fauna e flora nativas. A pesquisa em curso é desenvolvida em dois projetos pilotos executados em escala real no Prédio 1 e no Prédio 5, e, em escala experimental, no Canteiro Experimental da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, localizados no campus central da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). O estudo é desenvolvido através de listas de vegetação nativa da região, livros, artigos e coleta em campo. Apresenta resultados parciais satisfatórios obtidos através da observação, da análise termográfica, do desenvolvimento, adaptação e integração da flora e fauna na tecnologia “Telhado Vivo”.


Palavras-chave


Telhado verde; Arquitetura sustentável; Espécies nativas; Substrato; Elementos construtivos; Paisagismo

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/relainep.v2i2.38349

https://licensebuttons.net/l/by-nd/3.0/88x31.png

Este periódico está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional

Rev. Lat.-Am. Inov. Eng. Prod. [ReLAInEP], Curitiba (PR), Brasil

ISSN: 2317-4846 (Versão impressa)

ISSN-e: 2317-6792 (Versão online)