Open Journal Systems

Polindo Lentes: Ressonâncias entre a Potência Spinozana e a Pulsão Freudiana

Joana Lopes D'Almeida Camelier, monah winograd, Mauricio Rocha

Resumo


Nosso objetivo é apontar ressonâncias entre o conceito freudiano de pulsão e o conceito spinozano de potência para que este último amplifique a leitura do primeiro. Assim, começamos pela apresentação do conceito de Deus-natureza na filosofia de Spinoza para circunscrever o conceito de potência. Após demonstrar que o ser humano é expressão modal singular da substância infinita, verificamos em que pontos se poderia aproximar potência de pulsão. Para tanto, relacionamos a definição de pulsão como exigência de trabalho que o corpo faz ao psiquismo à ideia spinozana da mente ser a ideia do corpo. Após apresentarmos o aspecto relacional e a dimensão de alteridade em ambos os conceitos, finalizamos discutindo as problemáticas do dualismo pulsional e da pulsão de morte.

Palavras-chave


Freud, Spinoza; pulsão de morte; potência; psicanálise

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v18i1.30718