DINÂMICA DA ZONA DE ARREBENTAÇÃO E SUAS POTENCIAIS CONSEQÜÊNCIAS NO TRANSPORTE DE SEDIMENTOS NA COSTA ADJACENTE À DESEMBOCADURA SUL DO COMPLEXO ESTUARINO DE PARANAGUÁ-PR

GEORGINA JACINTHO MARTINS

Resumo



O presente trabalho caracterizou os parâmetros
de ondas e analisou o potencial hidrodinâmico para o
transporte de sedimentos por tração e de material
particulado em suspensão (MPS), em decorrência do regime
de ondas e das correntes de marés atuantes na costa
adjacente à desembocadura sul do Complexo
Estuarino de Paranaguá. A área estudada apresenta uma
dinâmica complexa, devida a sua localização, morfologia
e interação de vários processos costeiros atuantes em
seus limites. Os objetivos principais foram o de caracterizar
os parâmetros de ondas; identificar as correntes
paralelas à costa e compreender o potencial das correntes
para o transporte de sedimentos, quantificado à provável
ordem de grandeza. A caracterização dos
parâmetros de ondas e das correntes paralelas foram
obtidas através de fundeios nas proximidades da zona
de arrebentação da praia do Balneário Atami, sendo utilizado um ondógrafo direcional InterOcean S4. Os resultados
apontaram que a direção preferencial de chegada de
ondas é de SE, sendo que a direção predominante de
médio longitudinal à costa foi Nordeste para Sudeste. As
inversões das correntes associadas a variações da maré
indicam uma efetiva influência das correntes de marés,
atuantes na desembocadura sul da Baía de Paranaguá,
na direção do transporte médio. A hidrodinâmica local
mostrou-se diretamente relacionada a estas condicionantes,
estando ligadas ao balanço das forçantes das
correntes de maré e da incidência dos trens de ondas.
Com base nos resultados obtidos, foram apresentadas
algumas sugestões visando a incentivar a implementação
de estratégia de monitoramento e estudo das ondas,
correntes e transporte costeiro, possibilitando, desta forma,
o uso adequado desse tipo de informação no manejo
e gerenciamento de zonas litorâneas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geo.v52i0.4213

Boletim Paranaense de Geociências. ISSN: 0067-964X
 
 
Programa de Pós-Graduação em Geologia da UFPR