AVALIAÇÃO MULTITEMPORAL DAS PERDAS DE SOLOS NA BACIA DO RIO TAQUARIZINHO-MS

Antonio Conceição Paranhos Filho, Alberto Pio Fiori, Leonardo Disperati, Cristiane Lucchesi, Alessandro Ciali, Giancarlo Lastoria

Resumo



O ambiente SIG (Sistema de Informações Geográficas) é o ideal para integrar dados, informações e
cartas de naturezas diferentes. Por exemplo, dados climáticos e cartas topográficas ou de solos podem ser
analisados em conjunto, levando toda a informação para uma base comum, o que permite a sua integração
e uso. A Equação Universal de Perdas dos Solos (EUPS ou USLE) é atualmente utilizada, com sucesso, como
uma forma para a avaliação da perda dos solos por erosão laminar e foi aplicada para a Bacia do Rio
Taquarizinho (ao Sul de Coxim, Mato Grosso do Sul), região que apresentou grandes modificações no tipo de
uso e ocupação do solo no período analisado. Neste trabalho são apresentados os parâmetros envolvidos
com a USLE, alguns obtidos da digitalização de cartas temáticas e tabelas como de Erosividade das chuvas
(R), Erodibilidade do solo (K) ou Uso e Manejo do Solo e Práticas Conservacionistas (CP) e outros, como
Comprimento (L) e Declividade de vertentes (S,) obtidos em ambiente SIG, através de dados topográficos. O
ambiente SIG permitiu a completa integração entre os dados para a obtenção dos parâmetros da USLE e os
resultados. Para a Bacia do Rio Taquarizinho a USLE foi aplicada em três diferentes momentos: 1966, 1985 e
1996. Esta aplicação multitemporal mostrou a tendência evolutiva do processo erosivo na região. Para os
valores absolutos da taxa de erosão laminar dos solos, de 1966 a 1996, em alguns locais, o desmatamento
implicou num aumento da taxa de erosão laminar dos solos em mais de 50 vezes. As perdas médias anuais de solo por erosão laminar foram representadas por valores médios, para toda a Bacia do Taquarizinho, de
4,44 ton/ha. para 1966, de 5,53 ton/ha. para 1985 e de 8,65 ton/ha. para 1996.

MULTITEMPORAL EVALUATION OF SOIL LOSS IN THE TAQUARIZINHO BASIN, MATO GROSSO DO SUL - BRAZIL

Abstract


The GIS - Geographic Information System environment is ideal for integrating data, information and
different kinds of maps. For example, climate data and topographic or soil cover maps can be analyzed
together, bringing all the information into a common base, thus permitting integration and use. The Universal
Soil Loss Equation (USLE) is currently used successfully as a form of evaluating soil loss via laminar erosion,
and it was applied to the Taquarizinho River Basin (to the south of Coxim, Mato Grosso do Sul State), a region
which showed great changes in the type of use and occupation of the soil during the period analyzed. In the
present work are presented the parameters involved in the USLE, some obtained from the digitalization of
thematic maps and tables, such as the Rain Erosive Potential (R), Soil Erodability (K), and Cover and Management
of the Soil and Conservation Practices (CP), and others, such as Length (L) and Slope Declivity (S), obtained
from the GIS environment, from topographic data. The GIS environment permitted a complete integration between
the data used to obtain the USLE parameters, and the results. For the Taquarizinho River Basin, the USLE was
applied to three different periods: 1966, 1985 and 1996. This multi-temporal application showed a tendency of
evolving erosion in the region. Calculations of the absolute values of rates of laminar erosion of the soils
indicate that deforestation has lead to an increase of more than fifty times in such erosion, from 1966 to 1996.
The mean annual losses of soil from laminar erosion for the entire Taquarizinho River Basin are calculated to
have been 4.44 ton/ha in 1996, 5.53 ton/ha in 1985, and 8.65 ton/ha in 1996.


Palavras-chave


erosão; perdas de solo; EUPS; dinâmica ambiental. Key-words: erosion; soil loss; USCLE

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geo.v52i0.4200

Boletim Paranaense de Geociências. ISSN: 0067-964X
 
 
Programa de Pós-Graduação em Geologia da UFPR