ANÁLISE PRELIMINAR DA ESTABILIDADE DE ENCOSTAS E TALUDES DE ALMIRANTE TAMANDARÉ E COLOMBO-PR

GIANE GIRALDI ARTUR

Resumo



Na Região Metropolitana de Curitiba-PR, Brasil,
a ocupação urbana desordenada, sem o prévio planejamento
do uso e ocupação do terreno, vem causando
perdas e danos sociais, econômicos e ambientais, a
exemplo do que ocorre ao redor de outras metrópoles
brasileiras. Um dos problemas é a movimentação de
materiais inconsolidados em encostas, favorecidos por
fatores geológicos e geomorfológicos, regime das chuvas,
perda da cobertura vegetal, ações de ocupação
urbana e mineração de calcário. Neste estudo procura-se
investigar a presença de movimentos gravitacionais
em encostas e taludes, procurando indentificá-los em
uma área situada na porção norte da referida região,
determinando, na medida do possível, seus agentes,
causas, geometria, parâmetros físicos de resistência
(ângulo de atrito interno f e coesão c), mecanismo de
movimentação, natureza e estado dos materiais envolvidos.
Procura-se, também, realizar uma análise preliminar
da estabilidade de encostas e taludes da área de
estudo, aplicando-se dois métodos de estabilidade, chegando-se à valores de f e c para os materiais constituintes
destes. A partir destes valores, realizou-se uma estimativa
do fator de segurança FS para encostas e taludes
da área, e obteve-se valores de ângulos limites,
isto é, de máxima inclinação, para estes. Espera-se,
com este trabalho, poder ajudar um necessário
gerenciamento da ocupação e uso do terreno da área
pesquisada, principalmente em áreas onde as
declividades superam 35°. Estas áreas são as mais sujeitas
a riscos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geo.v51i0.4176

Boletim Paranaense de Geociências. ISSN: 0067-964X
 
 
Programa de Pós-Graduação em Geologia da UFPR