Perfil dos Demitidos da Indústria Metropolitana Durante a Crise de 2008 no Brasil

Fabio Jose Ferreira da Silva

Resumo


O artigo analisa os efeitos da crise do subprime sobre o mercado de trabalho brasileiro. Através de um modelo de transição, que diferencia os demitidos da crise daqueles não demitidos, investiga características individuais e dos postos de trabalho relacionadas com a probabilidade de demissão. Encontramos que trabalhadores informais, subocupados, com menos tempo de serviço e menor rendimento tiveram maiores chance de demissão. Acerca das características dos indivíduos, as demissões foram maiores nos extremos da escala de idade – jovens e idosos – em comparação aos adultos; menores níveis de escolaridade aumentaram a probabilidade de demissão; mulheres foram mais atingidas que os homens. Os resultados sinalizam que crise acentuou as disparidades no mercado de trabalho.

Palavras-chave


Crise do subprime. Desemprego. Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v41i2.37149

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | ERIH PLUS | EZB | Genamics | Google Scholar | ISSNJournal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Sherpa Romeo | Socol@r | Sumários | World Wide Science