Políticas Editoriais

Foco e Escopo

 

 

Políticas de Seção

Editorial

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Climatologia

Editores
  • Lívia Alvarenga
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Fitossanitarismo

Editores
  • Eduardo Alves
  • Eduardo Hickel
  • Walkymário Lemos
  • Vivian Loges
  • Roberto Pereira
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Engenharia Agrícola

Editores
  • Paulo Abreu
  • Eliezer Gervásio
  • Francisco Gomes
  • Marcos Milan
  • Marlene Queiroz
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Desenvolvimento Rural

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos Científicos

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Notas Científicas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entomologia Agrícola

Editores
  • Alexandre Ferreira Diniz
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Construções Rurais

Editores
  • Reni Saath
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Mecanização Agrícola

Editores
  • Fabrício Campos Masiero
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Irrigação e Drenagem

Editores
  • Lessandro Faria
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Hidráulica

Editores
  • Flávio Gonçalves
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Física dos Solos

Editores
  • Bruno Silva
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Agrometereologia

Editores
  • Wezer Miranda
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Manejo e conservação do solo e da água

Editores
  • Thomas Cochrane
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Química dos Solos e Nutrição de Plantas

Editores
  • Eduardo Mariano
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Fisiologia Vegetal e Cultura de Tecidos

Editores
  • Jean Cardoso
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Microbiologia do Solo

Editores
  • Glaciela Kaschuk
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumos de Dissertações e Teses da Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da UFPR

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resumos de Dissertações e Teses da Pós-Graduação em Agronomia/Produção Vegetal da UFPR

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Melhoramento de Plantas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Biometria Aplicada

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Normas para publicação

Instrução aos autores para submissão de artigo – Scientia Agraria

 

Política Editorial

 

Os artigos deverão ser escritos em português e/ou inglês, podendo aceitar artigos em espanhol. Os artigos escritos em espanhol e em inglês devem obrigatoriamente conter o TÍTULO, o RESUMO e as PALAVRAS-CHAVE em português.

 

O artigo enviado não deve estar sendo submetido a outra revista ou órgão para publicação e não deve ter sido anteriormente publicado, a não ser em forma de resumo em evento científico. O escopo da Revista abrange temas relacionados às seguintes áreas de conhecimento: hidráulica, hidrologia, hidrometeorologia, irrigação, drenagem, gestão quali-quantitativa das águas, erosão, sedimentação, economia de recursos hídricos, medições e instrumentação em recursos hídricos, construções rurais e ambiência, entomologia, fitopatologia, mecanização agrícola, fertilidade e química agrícola, microbiologia do solo, fitotecnia, agrometeorologia, geoprocessamento, manejo de bacias hidrográficas, administração rural e ciências veterinárias.

 

O artigo deverá ser enviado por meio do sistema via internet no endereço: http://revistas.ufpr.br/agraria/login, de acordo com as instruções de uso, sendo omitidos os nomes dos autores e o rodapé de identificação dos mesmos no arquivo do manuscrito. Além da identificação dos autores via sistema, é solicitado o envio (também via sistema) de arquivo em Doc com nome e filiação completa dos mesmos. Estes dados serão utilizados em caso de aceitação para publicação. O autor deverá aceitar as seguintes condições (via sistema) no ato do envio do artigo:

  

  • Responsabilizar-se pelos demais autores, quando houver, como co-responsáveis pelo conteúdo técnico e científico do artigo, obedecendo ao Artigo 5º da Lei no 9.610, que trata do Direito Autoral".

 

Todas as declarações publicadas nos artigos são de inteira responsabilidade dos autores. Entretanto, todo material publicado, torna-se propriedade da Revista Scientia Agraria, que passa a reservar os direitos autorais. Portanto, nenhum material publicado na SA poderá ser reproduzido sem a permissão por escrito da SA.

 

Os artigos subdivididos em partes I, II, etc., devem ser cadastrados separadamente, porém serão submetidos aos mesmos revisores. Os artigos podem apresentar figuras coloridas (fotografias, gráficos, diagramas, etc.), porém o limite máximo permissível do arquivo completo é de 30 Mb. Artigos que não seguirem estas normas serão devolvidos aos autores para correção dos problemas. Artigos enviados como Científico/Técnico e que os Editores e/ou Revisores interpretarem com estilo de Nota Técnica, deverá ter classificação alterada, e será reavaliado, caso alterações sejam solicitadas. Se autores não concordarem com a alteração para Nota Técnica, o Artigo será rejeitado.

 

Não há taxa de submissão e/ou editoração final. Os artigos, após editoração final, não devem exceder a 12 (doze) páginas.

 

 

Formato do arquivo

 

O texto deverá ser compatível com o editor Microsoft Word (formato Doc ou Docx). As seguintes orientações deverão ser obedecidas:

 

  • Configuração da página:

Tamanho do papel: A4 (210x297 mm);

·         Colunas: duas colunas iguais com 8,1 cm de largura e espaçamento interno de 0,8 cm;

  • Espaçamento entre linhas: simples;
  • Figuras ou tabelas que excederem a largura de uma coluna podem ser inseridas, devendo serem ajustadas na ordem do texto;
  • Equações não podem exceder a largura de uma coluna (8,1 cm);
  • Numerar as páginas e não usar cabeçalhos, rodapés ou notas de rodapé;
  • Numerar as linhas de cada página;
  • O nome do documento que contém o Artigo em formato Word não deve conter partes ou nomes completos do autor principal e/ou coautores;
  • Título, resumo, palavras-chaves, título em inglês, abstract e keywords devem estar na primeira pagina do manuscrito.
  • Fontes:

- texto e tabelas: fonte Garamond 10 pontos;

- títulos de tabelas e figuras: Garamond, negrito, 9 pontos;

- demais títulos: Garamond, negrito, 11 pontos.

·         Ilustrações e Tabelas

- Largura recomendada para figuras: 8,1 cm (uma coluna da Revista); tamanho máximo: 17 x 12 cm;

- As linhas usadas nas figuras e gráficos não devem ser muito finas; também os textos e legendas não devem ficar muito pequenos ou muito grandes em relação à figura;

- Legendas: hachuradas ou em tons de cinza; fotos em preto e branco; os artigos poderão ser impressos em cores se o autor arcar com os custos adicionais de impressão;

- Procure elaborar tabelas que ocupem apenas uma coluna da Revista ou, no máximo, meia página; as tabelas devem ser criadas no mesmo editor de textos usado para o artigo;

- As figuras deverão ser incluídas no texto e enviadas em arquivo separado no formato TIFF, JPEG, PCX, GIF ou BMP, com uma resolução mínima de 300 dpi.

  • Equações

- Sempre que possível preparar caracteres matemáticos e equações usando o Microsoft Equation disponível em todas as versões do Word a partir do Microsoft

- Office 2003. Usuários do Word 2007/2010 poderão enviar arquivos no formato Docx e utilizar o novo editor de equações disponível nestas versões.

  • Referências

- Todas as referências devem estar citadas no texto e vice-versa;

- As citações no texto devem estar em letras minúsculas e nas referências, em maiúsculas, conforme NBR ABNT (exemplos disponíveis abaixo).

  

Tramitação e Sistema de avaliação por pares/Critérios de arbitragem

 

Os artigos são enviados a dois revisores para avaliação e devem ser inéditos e apresentar contribuição técnica e científica à comunidade.

 

Os artigos deverão ser submetidos pelo sistema eletrônico de submissão de artigo, onde será informado o autor responsável bem como todos os dados de identificação dos co-autores. Os artigos recebidos seguirão os trâmites estabelecidos pelo Comitê Editorial da Revista.

 

O processo de revisão de um artigo na SA é um trabalho feito com dedicação. Revisores voluntários aplicam seus conhecimentos e dedicam muitas horas do seu precioso tempo para garantir que artigos sejam publicados em prazo definido e sejam aptos para publicação na Revista.

 

O processo de arbitragem de um artigo é descrito a seguir.

 

Revisão técnica: os trabalhos serão avaliados primeiramente quanto ao cumprimento das normas de publicação e documentação exigida na submissão dos manuscritos. Se não de acordo às instruções serão devolvidos aos autores para as devidas adequações antes mesmo de serem submetidos à avaliação pelos Editores Associados e revisores.

Pré-Análise: os manuscritos aprovados na revisão técnica serão submetidos aos Editores Associados para apreciação quanto à adequação ao escopo da revista. Caso o manuscrito não esteja dentro dos parâmetros esperados será devolvido ao autor correspondente pelo Editor-Chefe.

Análise de mérito e conteúdo: os artigos aprovados pelos Editores Associados serão avaliados quanto ao mérito e método científico por no mínimo dois relatores ad hoc de unidades distintas à de origem do trabalho, além do Editor-Chefe. O Editor-Chefe decidirá sobre a aceitação do manuscrito. Quando necessária revisão do original, o manuscrito será devolvido ao autor correspondente para modificação. Uma versão revisada com as alterações efetuadas deverá ser re-submetida pelos autores, que será reavaliada pelo Editor-Chefe, Editores Associados e revisores conforme a necessidade. O manuscrito revisado deverá destacar as alterações efetuadas. Uma carta resposta aos revisores e editores deverá ser anexada junto com o arquivo do manuscrito. Os Manuscritos recusados, mas com a possibilidade de reformulação, poderão retornar como novo trabalho, iniciando outro processo de julgamento.

Tanto os avaliadores quanto os autores, durante todo o processo de tramitação dos artigos, não são identificados pela outra parte.

Os conceitos emitidos nos trabalhos publicados serão de responsabilidade exclusiva dos autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do Editor-Chefe ou Corpo Editorial.

 

Conflito de interesse

A confiabilidade pública no processo de revisão por pares e a credibilidade de artigos publicados dependem em parte de como os conflitos de interesses são administrados durante a redação, revisão por pares e tomada de decisões pelos editores.

Quando os autores submetem um manuscrito, eles são responsáveis por reconhecer e revelar conflitos financeiros ou de outra natureza que possam ter influenciado seu trabalho. Os autores devem reconhecer no manuscrito todo o apoio financeiro para o trabalho e outras conexões financeiras ou pessoais com relação à pesquisa. O revisor ad hoc deve revelar aos editores quaisquer conflitos de interesse que poderiam influir em sua opinião sobre o manuscrito, e, quando couber, deve declarar-se não qualificado para revisá-lo.

 

Corpo Editorial

 

O corpo editorial é formado pelo Editor Chefe, Editores Associados e Editor de Área (consultar Corpo Editorial). O Editor de Área é o principal responsável pelo acompanhamento do processo de revisão dos Artigos na SA convidando Revisores e comunicando Autores, auxiliando assim os Editores Associados no processo. O Editor Chefe, além de dar diretrizes à SA é também acionado em casos polêmicos e para análise de recursos de Decisão Editorial dos autores.

 

 

 

Recorrer de uma Decisão Editorial

 

O(s) autor(es) podem recorrer de uma Decisão Editorial de rejeição de artigo. Este procedimento deve ser realizado via sistema utilizando a opção “Enviar E-mail” no artigo recusado. Os autores deverão fornecer elementos que justifiquem o recurso que será analisado pelo Editor Associado e Editor Chefe. Caso o recurso seja aceito, a revisão do artigo poderá ser reaberta.

 

 

Taxa de submissão

Não há taxas de submissão.

 

 

 

 

Artigo Científico/Técnico

 

Refere-se a relato de pesquisa original, com hipótese bem definida, prestigiando assuntos inovadores. O texto deverá contemplar os itens destacados em letras maiúsculas e em negrito, sem parágrafo e sem numeração, deixando dois espaços (duas vezes ENTER) após o item anterior e um espaço (uma vez ENTER) para iniciar o texto, na ordem a seguir: para artigo em português ou espanhol: título (português ou espanhol), nome dos autores, resumo, palavras-chave; título (inglês), abstract e keywords. Para artigo em inglês: título (inglês), nome dos autores, abstract, keywords; título (português), resumo e palavras-chave. Para garantir a análise cega pelos pares, os trabalhos submetidos devem ser apresentados sem autores e rodapé.

 

TÍTULO: Centralizado; deve ser claro e conciso, permitindo pronta identificação do conteúdo do artigo, procurando-se evitar palavras do tipo: análise, estudo e avaliação. Os manuscritos devem apresentar o título em português e inglês, possibilitando apresentação de sumário bilíngue.

 

AUTORES: O número de autores deve ser o mínimo possível, considerando-se apenas as pessoas que efetivamente participaram do artigo, e que tenham condições de responder pelo mesmo integralmente ou em partes essenciais. Os autores devem apresentar afiliação completa, com a indicação de instituição, cidade, Estado e país e endereço email de todos os autores. É necessário explicar a presença dos autores no trabalho, através da descrição da contribuição de cada autor. A identificação dos autores e a sua contribuição será descrita em documento especifico, anexado durante a fase de submissão dos manuscritos.

 

RESUMO: O texto deve iniciar-se na segunda linha após o item, ser claro, sucinto e, obrigatoriamente, explicar o(s) objetivo(s) pretendido(s), procurando justificar sua importância (sem incluir referências), os principais procedimentos adotados, os resultados mais expressivos e conclusões, contendo no máximo 12 linhas. Abaixo, na segunda linha após o item, devem aparecer as PALAVRAS-CHAVE (seis no máximo, procurando-se não repetir palavras do título) escritas em letras minúsculas e em negrito. Uma versão completa do RESUMO, para o inglês, deverá apresentar a seguinte disposição: TÍTULO, ABSTRACT e KEYWORDS.

 

INTRODUÇÃO: Apresenta o assunto a ser tratado, seus objetivos e finalidades, informando métodos empregados, delimitação precisa da pesquisa em relação ao campo do conhecimento, períodos abrangidos e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho, utilizando-se de bibliografia recente (últimos 5 anos) e preferencialmente periódicos.

 

MATERIAL E MÉTODOS: Dependendo da natureza do trabalho, uma caracterização da área experimental deve ser inserida, tornando claras as condições em que a pesquisa foi realizada. Quando os métodos forem os consagradamente utilizados, apenas a referência bastará; caso contrário, é necessário apresentar descrição dos procedimentos utilizados e adaptações promovidas. Unidades de medidas e símbolos devem seguir o Sistema Internacional de Unidades

 

 

RESULTADOS E DISCUSSÃO: Ilustrações (figuras, gráficos, fotografias, etc.) devem ser apresentados com tamanho e detalhes suficientes para a composição final, preferivelmente na mesma posição do texto, podendo ser coloridos. Ilustrações: podem apresentar partes coloridas, e a legenda na posição inferior. A numeração deve ser sucessiva em algarismos arábicos. Tabelas: evitar tabelas extensas e dados supérfluos; agregar em múltiplos de 103 ou 106 números grandes com muitos algarismos; adequar seus tamanhos ao espaço útil do papel e colocar, na medida do possível, apenas linhas contínuas horizontais; suas legendas devem ser concisas e auto-explicativas, devendo, também, apresentar o título em inglês. Fotografias: podem ser coloridas. Na discussão, confrontar os resultados com os dados obtidos na bibliografia.

 

CONCLUSÕES: Devem basear-se exclusivamente nos resultados do trabalho. Evitar a repetição dos resultados em listagem subsequente, buscando confrontar o que se obteve, com os objetivos inicialmente estabelecidos. As conclusões devem ser escritas facilitando a interpretação do artigo, sem necessidade de consultar outros itens do mesmo.

 

AGRADECIMENTO(S): Inseri-lo(s), quando necessário, após as conclusões, de maneira sucinta.

 

REFERÊNCIAS: As referências devem ser ordenadas alfabeticamente e em letra maiúscula, e normalizadas de acordo a norma NBR-6023 (ago. 2000) da ABNT.  Deve ser referenciado todos os autores mencionadas no texto e em tabelas, figuras ou ilustrações. Evitar citações de resumos, trabalhos não publicados e comunicação pessoal. Sugere-se que pelo menos 70% das referências sejam dos últimos 5 anos e 70% de artigos de periódicos.

 

CITAÇÕES: Todas as citações no texto devem constar da lista de Referência. As citações no texto devem aparecer em letras minúsculas e, quando inseridas entre parênteses no final do parágrafo, devem estar em letras maiúsculas, existindo outras referências do(s) mesmo(s) autor(es) no mesmo ano (outras publicações), a mesma será identificada com letras minúsculas (a, b, c) após o ano da publicação. Quando houver três ou mais autores, no texto será citado apenas o primeiro autor seguido de et al., sem italico, mas na listagem bibliográfica final os demais nomes também deverão aparecer. Na citação de citação, identifica-se a obra diretamente consultada; o autor e/ou a obra citada nesta é assim indicado: SILVA (2010) apud Santos (2012). Quaisquer dúvidas, consultar a norma NBR-6023 (ago. 2000) da ABNT. É aconselhável que, antes de redigir o artigo, os autores tomem como base de formatação um artigo publicado no último número da revista.

 

 

 

 

Nota Técnica

 

Deverá apresentar avanços tecnológicos sem apresentação de hipótese. Quando se tratar de estudo de caso, as conclusões devem apresentar proposições. Deve ser redigido em linguagem técnica, de fácil compreensão, sobre assuntos relacionados às áreas de conhecimento da Revista, por autor(es) que demonstre(m) experiência sobre o assunto tratado, permitindo orientação para os diferentes usuários da RBRH. Somente justifica-se a apresentação de artigos que tragam contribuição sobre o assunto e não simplesmente casos pessoais ou de interesse restrito. Com maior liberdade de estilo do que em artigos científicos, as notas técnicas devem, na maioria das vezes, conter os seguintes itens: Título, Autor(es), Resumo, Abstract, Palavras-Chave (Keywords), Introdução, Descrição do Assunto, Conclusões e Referências. A identificação dos autores será incluída somente após a aprovação do artigo. A redação dos itens devem seguir as mesmas orientações para Artigos Científicos, com as seguintes particularidades:

No cabeçalho da primeira página deve aparecer a identificação: NOTA TÉCNICA, em letras maiúsculas, sublinhadas, negritadas, centralizadas e espaçadas de 1,1 cm da margem superior.

O número de autores deve ser o mínimo possível, considerando-se apenas as pessoas que efetivamente participaram do artigo, e que tenham condições de responder pelo mesmo integralmente ou em partes essenciais. Os autores devem apresentar afiliação completa, com a indicação de instituição, cidade, Estado e país e endereço email de todos os autores. É necessário explicar a presença dos autores no trabalho, através da descrição da contribuição de cada autor. A identificação dos autores e a sua contribuição será descrita em documento especifico, anexado durante a fase de submissão dos manuscritos.

INTRODUÇÃO: deve conter breve histórico, esclarecendo a importância, o estágio atual do assunto, apoiando-se em revisão bibliográfica, e deixar claro o objetivo do artigo.

DESCRIÇÃO DO ASSUNTO: com diferentes títulos que podem ser divididos em subitens, deve-se discorrer sobre o assunto, apontando-se as bases teóricas, trazendo experiências e recomendações, discutindo e criticando situações, baseando-se ao máximo em bibliografia e normas técnicas.

CONCLUSÕES: quando couberem, devem ser redigidas de forma clara e concisa, coerentes com o(s) objetivo(s) estabelecido(s). Não devem ser uma simples reapresentação de outros parágrafos do artigo

 

 

 

EXEMPLOS:

 

CITAÇÃO NO TEXTO

 

Um autor

No parágrafo Silva (2000) ou

Entre parênteses (SILVA, 2000)

Dois autores

No parágrafo Santos e Luz (2010) ou

Entre parênteses (SANTOS; LUZ, 2010)

Três autores:

No parágrafo Ribeiro, Carmo e Castelo Branco (2000) ou

Entre parênteses (RIBEIRO; CARMO; CASTELO BRANCO, 2000)

 

Quatro ou mais autores

Melo et al. (2012) ou

(MELO et al., 2012)

Documentos do mesmo autor publicados no mesmo ano:

No parágrafo Brasil (2000a,b) ou

Entre parênteses (BRASIL, 2000a,b)

 

CITAÇÃO DE CITAÇÃO:

 

No parágrafo Pereira et al.1 (1947 apud REIS; NÓBREGA, 2013, p. 86)

Indicar em nota de rodapé o autor citado e na lista de referências o autor consultado.

Este tipo de citação só deve ser utilizada nos casos em que o documento original não foi recuperado (documentos muito antigos, dados insuficientes para a localização do material etc.).

 

REFERÊNCIAS

 

Incluir apenas as referências citadas no texto, em tabelas e ilustrações, que já foram publicadas, organizadas em ordem alfabética pelo sobrenome do autor(es) e em letras maiúsculas. Utilizar o recurso tipográfico itálico para o destaque do título da obra. Pelo menos 70% das referências devem ser dos últimos 5 anos e 70% de artigos de periódicos. Quaisquer dúvidas, consultar a norma ABNT NBR-6023.

 

Exemplos:

ARTIGO DE PERIÓDICO

FERREIRA, P. A.; GARCIA, G. O.; MATOS, A. T.; RUIZ, H. A.; BORGES JUNIOR, J. C. F. Transporte no solo de solutos presentes na água residuária de café conilon. Acta Scientiarum Agronomy, v. 28, n. 1, p. 29-35, jan./mar. 2006.

 

ARTIGO DE PERIÓDICO ON-LINE

VAZ, C. A. B.; SILVEIRA, G. L. O modelo PEIR e base SIG no diagnóstico da qualidade ambiental em sub-bacia hidrográfica urbana. RBRH: revista brasileira de recursos hídricos, v. 19, n. 2, p. 281-298, abr./jun. 2014. Disponível em:http://www.abrh.org.br/SGCv3/UserFiles/Sumarios/b1394cc48a760488bf0af84be5678b0f_b6cf0c395f9e0a65a73ccf7619e6e63b.pdf. Acesso em: 12 fev. 2015.

 

LIVRO

Mesmo Autor da Obra no Todo

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano. Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca - PAN-Brasil. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, 2005.

 

Autor distinto da obra no todo

RUIZ, H. A.; FERREIRA, P. A.; ROCHA, G. C.; BORGES JUNIOR, J. C. F. Transporte de solutos no solo. In: van LIER, Q. J. Física do solo. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2010. cap. 6, p. 213-240.

 

DISSERTAÇÕES/TESES

RENNER, L. C. Geoquímica de sills basálticos da formação Serra Geral, sul do Brasil, com base em rocha total e micro-análise de minerais. 2010. 226 f. Tese (Doutorado em Geociências) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, 2010.

 

DISSERTAÇÕES/TESES ON-LINE

COSTA, L. Contribuições para um modelo de gestão da água para a produção de bens e serviços a partir do conceito de pegada hídrica. 2014. 180 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3136/tde-29122014-170217/fr.php. Acesso em: 12 fev. 2015.

 

TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO

BERLATO, M. A.; MARTINS, E. J.; CORDEIRO, A. P. A.; ODERICH, E. H. Tendência observada da precipitação pluvial anual e estacional do Estado do Rio Grande do Sul e relação com a temperatura da superfície do mar do Oceano Pacífico. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 15, 2007, Aracaju, SE. Anais... Campinas: Campinas: CBAGRO, 2007. CD-ROM.

 

TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO ON-LINE

FECHINE, J. A.; GALVÍNCIO, J. D. Aplicação do teste de Menn Kendall na análise de tendências climáticas em anos de El Niño - Bacia Hidrográfica do Rio Pontal – Estado de Pernambuco. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA, 16., 2010, Belém. Anais... São José dos Campos: INPE, 2010. Disponível em: http://cbmet2010.web437.uni5.net/anais/artigos/42_65198.pdf. Acesso em: 12 fev. 2015.