Open Journal Systems

ANÁLISE DE LEITES INTEGRAIS COMERCIALIZADOS EM CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA.

Julia Fernandes ANTUNES, Giulia Pizzato MERENNA, María Eugenia BALBI

Resumo


O ser humano possui a distinção de consumir o leite de outros mamíferos, e o faz há milhares de anos. O leite é uma emulsão que apresenta um alto valor biológico por ser rico em diversos nutrientes, entre eles lipídios, vitaminas, açúcares, proteínas e minerais. Sua abundância e fácil acesso tornou o leite um alimento de consumo muito comum e difundido por todo o mundo. Atualmente, o consumo de leite e seus derivados correspondem a cerca de 14% do consumo calórico em países desenvolvidos. Com o consumo de leite e laticínios sendo tão alastrado, a indústria leiteira deve procurar meios de tornar sua produção cada vez mais rentável e eficiente. Entretanto, a busca por maior rentabilidade pode acarretar práticas de adulteração do produto vendido. Neste trabalho foram analisadas 9 marcas de leite em sua variação “integral”, aleatoriamente selecionadas e adquiridas em Curitiba e região metropolitana. Foram realizados testes de acidez, acidez em Graus Dornic, densidade e a determinação da presença de sacarose, gelatina, água oxigenada, amido, formaldeído, urina, ácido lático e agentes neutralizantes. Os resultados obtidos evidenciaram a presença de sacarose em 6 das marcas, gelatina em 2, catalase em 3; enquanto que água oxigenada, amido e formaldeído não houveram resultados positivos. Urina, ácido lático e neutralizantes foram encontrados em todas as 9 marcas.

Palavras-chave


Leite; Laticínios; Controle de qualidade; UHT; Adulterações; Análise de leite.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v24i1.90626