Open Journal Systems

OS BANCOS DE DADOS DE INFORMAÇÃO BIOLÓGICA E SUA POTENCIAL APLICABILIDADE ÀS CIÊNCIAS MÉDICAS: UMA REVISÃO

Adenivaldo Lima FILGUEIRA JÚNIOR, Albertino José FERREIRA NETO, Jadson Henrique BRAGA, Karen Oliveira SANDOVETTI, Laísa Santana FEITOSA, Tássia Carina Borges XISTO, Thalia de Castro FiIGUEIREDO, Yasmin Karoline Oliveira LIMA, Jane Eyre GABRIEL

Resumo


Dados moleculares de diferentes espécies gerados a partir de análises de sequenciamento da molécula de DNA têm permitido decifrar características estruturais de segmentos gênicos e de seus produtos proteicos, bem como estabelecer suas interações e funções biológicas em torno da natureza do material genético e suas reais correlações com diversas patologias. Dentre as grandes atribuições associadas ao desenvolvimento das ferramentas de Bioinformática, destaca-se a criação dos bancos de dados de informação biológica, atuando como repositório de milhares de sequências de biomoléculas com reais aplicações ao diagnóstico molecular e a procedimentos terapêuticos individualizados. Assim, a presente revisão narrativa de artigos científicos objetivou descrever alguns dos principais bancos de dados de informação biológica disponíveis para a busca, a seleção e a análise detalhada da estrutura e função de biomoléculas de interesse. Onze artigos em idioma inglês, que tratavam especificamente da temática proposta, foram selecionados no período de 2000 a 2017, a partir das informações contidas nos bancos de dados computadorizados Pubmed/MEDLINE, Science Direct e Scielo. Visto que em um futuro próximo todas as sequências de genes, contendo informações cruciais para o diagnóstico e prognóstico molecular, estarão decifradas e depositadas em bancos de dados disponíveis eletronicamente com acesso ilimitado e irrestrito, os artigos discutidos nessa revisão narrativa disseminam conhecimento básico e aplicado em Bioinformática, uma área ainda desconhecida e pouco explorada por graduandos e profissionais da área da Saúde.


Palavras-chave


Tendências; Métodos; Genética; Técnicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v23i1.76075