Open Journal Systems

O PAPEL DO MÉDICO NA VISÃO DA SOCIEDADE DO SÉCULO XXI: O QUE REALMENTE IMPORTA AO PACIENTE?

Andrey Biff SARRIS, Carlos Rory Pucci FILHO, Caroline DOBIS GRIK, Letícia Carollyne GALVÃO, Rodrigo Diego de SOUZA

Resumo


A formação histórico-social levou a figura do médico como detentor de conhecimento e da opinião final. O papel do médico para com a sociedade só logrará ser agente transformador quando consciente e pró ativo. Com o crescimento da validação e da legitimidade social adquiridos, permitiu-se, ao profissional, a livre autonomia e livre conduta. A formação exclusivamente técnica e a hierarquia da relação médico-paciente ficaram para trás para uma boa prática médica o uso racional de procedimentos e medicamentos. A qualidade do serviço é avaliada conforme a percepção do cliente, neste caso, o paciente. Cada paciente possui uma perspectiva diferente e todas as avaliações são influenciadas e dependem do conhecimento, da necessidade, dos interesses e dos valores de cada um. O ideal seria que o próprio paciente tivesse voz, dentro de determinados limites pois estes são a única fonte e o único objetivo dos serviços médicos prestados. Importa aos médicos serem conscientes dos papéis dinâmicos e importantes que a sociedade atual.


Palavras-chave


Relações Médico-Paciente; História da medicina; Assistência Médica; Ética Médica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v18i1.51737