Open Journal Systems

GLOBAL OVERVIEW OF CLINICAL GUIDELINES FOR THE TREATMENT OF RHEUMATOID ARTHRITIS

Thais Piazza de MELO, Fernanda Stumpf TONIN, Astrid WIENS, Roberto PONTAROLO

Resumo


As condutas clínicas eficazes e seguras são essenciais para direcionar as tomadas de decisão em saúde, principalmente em doenças crônicas e degenerativas como a Artrite Reumatoide. Nesse sentido, destaca-se importância do conhecimento e da padronização dos principais guias de prática em saúde disponíveis mundialmente. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os guias de tratamento com medicamentos biológicos em artrite de diferentes instituições nacionais e internacionais. Foi realizada busca na base de dados Medline (Pubmed) e na literatura cinzenta utilizando descritores referentes ao tipo de publicações desejadas (guias clínicos) associada a artrite reumatoide. Publicações disponíveis entre janeiro de 2010 e dezembro de 2014, em inglês, espanhol ou português foram incluídas para a análise. Informações referentes à metodologia de desenvolvimento de cada guia e questões do tratamento com medicamentos biológicos (interrupções e trocas de terapia) foram coletadas. Após a pesquisa, um total de 13 publicações de três continentes diferentes foram incluídas. A maior parte dos guias utiliza revisão da literatura ou revisões sistemáticas aliada a consenso de grupo de especialistas para retirar conclusões sobre os tratamentos. Em geral, o início da terapia biológica é amplamente recomendado após falha com duas estratégias de medicamentos modificadores do curso da doença. Não é unânime a escolha do primeiro biológico (anti-TNF ou biológico com outro mecanismo de ação) nem qual deve ser o procedimento adequado para interrupção ou troca de terapias. Deste modo, observa-se que ainda há uma necessidade contínua de aprimoramento e padronização a nível mundial das informações baseadas em evidências, capazes de estabelecer condutas mais seguras na prática clínica com medicamentos biológicos.

Palavras-chave


Artrite Reumatoide; medicamentos biológicos; interrupção de tratamento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v17i1.46097