Open Journal Systems

INTERATION OF HERBICIDS AND SEASONING LEAVES ON CORN HYBRIDS

M. G. CORTEZ, F. C. CASTRO, F. SALOMONS, S. OHSE

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação de diferentes herbicidas em pós-emergência e época de adubação via foliar sobre híbridos de milho. O experimento foi conduzido na Fazenda Escola da UEPG, Ponta Grossa/PR, delineado em blocos casualizados com 4 repetições. Os tratamentos constaram de três níveis do fator herbicida mesotrione (120 gha-1); atrazine (1250 g ha-1) e mesotrione + atrazine; dois híbridos (30P70 e 30K75), duas épocas de aplicação de adubo foliar [0 e 7 dias após aplicação dos herbicidas (DAA)]. Avaliou-se a altura de plantas, número de folhas por planta, diâmetro de colmo, teor de clorofila e variáveis da produtividade. Detectou-se interação entre herbicidas e híbridos para número de folhas por planta aos 32 DAA, entre herbicidas e época de aplicação do adubo foliar para diâmetro de colmo aos 32 DAA, entre híbridos e épocas de aplicação do adubo foliar para grãos por fileira. O híbrido 30P70 apresentou melhor desempenho quanto à altura de planta, de inserção da primeira espiga, número de espigas por planta e grãos por fileira e pior quanto à fitomassa de 1000 grãos, diâmetro e tamanho de espiga quando comparado ao 30K75. O diâmetro de espiga foi maior quando da aplicação de mesotrione e o tamanho da espiga quando da aplicação da mistura mesotrione + atrazine. Não houve interações entre herbicidas, épocas de aplicação do adubo foliar e híbridos de milho em relação à aplicação dos herbicidas para as variáveis da produtividade.


Palavras-chave


Zea mays L., mesotrione, atrazine, adubação foliar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v16i2.42002