Open Journal Systems

ANÁLISES FÍSICO-QUÍMICAS E DA PUREZA DO EXTRATO SECO DE Piper methysticum G. Forster (KAVA-KAVA)

SELIN CARDOSO JUSTO, CHANA DE MEDEIROS DA SILVA

Resumo


Piper methysticum G. Forster, popularmente conhecido como Kava-Kava, é originário das ilhas do Oceano Pacífico, estando entre os 10 fitoterápicos mais vendidos no Brasil, principalmente para o tratamento de ansiedade e insônia e como alternativa ao uso dos medicamentos benzodiazepínicos. O presente trabalho, em vista da carência de informações sobre esta planta, procurou desenvolver parâmetros que auxiliem no controle de qualidade do extrato seco da Kava, fornecendo dados que favoreçam e incentivem a elaboração de sua monografia farmacopéica, o que contribuirá para o uso mais seguro e eficaz deste fitoterápico. Como resultados, obteve-se a presença de compostos fenólicos no extrato seco da Kava; um teor de umidade de 4,3%; pH e densidade com valores de 4,64 e 0,63 g/mL, respectivamente, e ausência de material estranho. O extrato seco apresentou-se com coloração amarelo-esverdeado, extremamente fino e com odor levemente adocicado, que quando em contato com a mucosa bucal provoca intensa salivação. Não foi possível obter-se resultados satisfatórios quanto ao teor de cinzas totais e ponto de fusão.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v9i1.14634