PLAQUETOMETRIA EM CÃES COM NEOPLASIA

Daniele Von Krüger Amaral, Ana Pérola Drulla Brandão, Gabriela Maffezzolli, Sandra Vogel Seixas, Renato Silva de Sousa, Rosangela Locatelli Dittrich

Resumo


Na avaliação das plaquetas em cães utilizam-se metodologias estabelecidas e importantes na conduta terapêutica dos animais. Esta proposta objetivou correlacionar os índices plaquetários de cães com neoplasia com os índices de cães saudáveis. Neste estudo também foram comparadas a contagem de plaquetas por dois métodos (automatizado e estimativa em lâmina). Foram utilizadas 64 amostras de sangue de cão (Grupo 1 com 49 animais com neoplasia e o Grupo 2 com 15 animais saudáveis). Os parâmetros estabelecidos foram: contagem total de plaquetas (PLT), Volume Plaquetário Médio (VPM), amplitude de variação plaquetária (PDW) e plaquetócrito (PCT). Os resultados foram comparados entre cães com ou sem neoplasia e também com o tipo de neoplasia (benigna, maligna e mista). Confeccionou-se uma extensão sanguínea para contagem manual de plaquetas. Análises descritivas foram realizadas com distribuição de frequências, médias e desvios-padrão. A correlação entre a contagem de plaquetas automática e manual apresentou um coeficiente de correlação forte positiva (R = 0,834, P<0,001). A média do parâmetro PCT no Grupo 1 foi superior ao do Grupo 2 (P=0,032). Na avaliação de correlação entre os parâmetros plaquetários foi encontrada uma correlação positiva muito forte entre PLT e PCT (R = 0,984 P<0,05) e uma correlação positiva moderada entre VPM e PCT (R = 0,800 P<0,05). A contagem de plaquetas automatizada apresentou boa correlação com a estimativa de plaquetas em lâmina. O valor de plaquetócrito foi maior e estatisticamente significativo em animais com neoplasia. Os parâmetros de concentração de plaquetas e plaquetócrito podem ser interpretados associados por possuírem uma boa correlação, assim como o volume plaquetário médio com o plaquetócrito.


Palavras-chave


PDW; plaqueta; plaquetócrito; VPM

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v21i4.45743

Archives of Veterinary Science. ISSN: 1517-784X