A COMPREENSÃO DO GÊNERO NÃO-EXPLICITADO DA AUTORIA DE UM TEXTO: UM EXPERIMENTO EM SALA DE AULA

Lucianne Christina Fasolo N. MOREIRA

Resumo


Este artigo é o relato de um experimento realizado em duas turmas de Inglês Pré-Intermediário do Celin (Centro de Línguas e Interculturalidade) da UFPR, com o intuito de verificar a influência dos estereótipos de gênero na compreensão e atribuição de um gênero à autoria de um texto no qual não houvesse marcas explícitas para fácil direcionamento da interpretação dos alunos. Utilizando-se uma base teórica acerca das manifestações do gênero na língua e sua íntima relação com as concepções presentes na cultura dos falantes, formulou-se a hipótese de que, embora marcas evidentes de gênero não estivessem presentes no texto, os alunos seriam capazes de atribuir um gênero à autoria ao fazerem a leitura com base nas concepções de gênero internalizadas durante o processo de socialização.

Palavras-chave


concepções de gênero, autoria, compreensão de texto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rvx.v2i0.29309

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista X. ISSN: 1980-0614