VARIABILIDADE PLUVIOMÉTRICA E A EROSIVIDADE DAS CHUVAS NA UNIDADE HIDROGRÁFICA PIRAPÓ, PARANAPANEMA III E IV - PARANÁ - RAINFALL VARIABILITY AND RAINFALL EROSIVITY IN PIRAPÓ, PARANAPANEMA III AND IV HYDROGRAPHIC UNIT - PARANÁ

Paulo Miguel de Bodas Terassi, Hélio Silveira, José Francisco de Oliveira Júnior

Resumo


Os estudos acerca do comportamento espaço-temporal da chuva fornecem subsídios para o planejamento de diversos setores, enquanto o conhecimento da erosividade das chuvas permite a identificação de áreas e períodos em que as práticas de conservação do solo são prioritárias. Baseado nisto, o presente trabalho objetiva avaliar a variabilidade pluviométrica e a erosividade na unidade hidrográfica Pirapó, Paranapanema III e IV, que está situada no Terceiro Planalto Paranaense, entre os paralelos de 22º30’S e 23º30’S e os meridianos de 51º00’W e 53º00’W. Os dados pluviométricos foram obtidos de trinta e cinco postos pluviométricos do Instituto das Águas do Paraná e de cinco estações meteorológicas do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e Sistema Meteorológico do Paraná (SIMEPAR), no período de 1976 a 2012, para as escalas anual e sazonal. Foi utilizada a metodologia de Rufino, Biscaia e Merten (1993) para a determinação do índice de erosividade da chuva. Verificou-se que o setor mais elevado da unidade hidrográfica apresentou as maiores alturas pluviométricas, os maiores números de dias de chuva e o maior potencial erosivo. Inversamente, os setores de menores cotas altimétricas obtiveram os menores resultados pluviométricos, número de dias de chuva e erosividade. Notou-se que os resultados para a escala sazonal estiveram alinhados aos já obtidos e ao comportamento habitual da dinâmica atmosférica regional.

ABSTRACT

Research concerning rainfall spatio-temporal behavior provides help to the planning of many sectors, while the knowledge of rainfall erosivity allows identifying areas and periods in which soil conservation measures are a priority. Based on this, this paper aims to evaluate the rainfall variability and the erosivity in Pirapó, Paranapanema III and IV hydrographic unit, which is located at the so-called Third Plateau of Paraná, between the 22º30’S and 23º30’S parallels and the 51º00’W and 53º00’W meridians. The rainfall data were obtained from thirty five rain gauges at Paraná Water Institute and from five weather stations at Paraná Agronomy Institute (IAPAR), National Weather Institute (INMET) and Paraná Meteorological System (SIMEPAR), in the period of 1976 to 2012, to the annual and seasonal time scales. The methodology by Rufino, Biscaia and Merten (1993) was applied to determine the rainfall erosivity index. It was possible to verify that the most elevated sector of the hydrographic unit showed the greatest heights of rainfall, the biggest amount of rainy days and the greatest erosion potential. On the other hand, the sectors with the lowest altimetric quotas had the lowest results regarding rainfall, amount of rainy days and erosity. It was noticed that the results to the seasonal time scales were aligned to that had been verified and to the usual behavior of the regional atmospheric dynamics.


Palavras-chave


chuva, potencial erosivo, bacia hidrográfica, gesto de recursos hídricos; Rainfall, Erosive potential, Hydrographic basin, Water resources management.

Texto completo:

ARTIGO AUTORIZAÇÃO

Referências


ÁLVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; DE MORAES GONÇALVES, J.L.; SPAROVEK, G. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, Berlin, v. 22, n.6, p. 711-728, 2013.

APARECIDO, L. E. O; ROLIM, G. S.; RICHETTI, J.; SOUZA, P. S.; JOHANN, J. A. Köppen, Thornthwaite and Camargo climate classifications for climatic zoning in the State of Paraná, Brazil. Ciência e Agrotecnologia (Online), Lavras, v.40, n.4, p. 405-417, 2016.

ARAI, F. K. ; GONÇALVES, G. G. G.; PEREIRA, S. B.; COMUNELLO, E. ; VITORINO, A. C. T.; DANIEL, O. Espacialização da precipitação e erosividade na bacia hidrográfica do Rio Dourados - MS. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 30, n.5, p. 922-931, 2010.

BALDO, M.C. Variabilidade Pluviométrica e a Dinâmica Atmosférica da Bacia do Rio Ivaí. 2006. 153 f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geografia. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Presidente Prudente, 2006.

BEREZUK, A. G.; SANT´ANNA NETO, J. L. Eventos climáticos extremos no oeste paulista e no norte do Paraná nos anos de 1997, 1998 e 2001. Revista Brasileira de Climatologia, Curitiba, v. 2, n.1, p. 9-22, 2006.

CABRAL, J. B. P.; BECEGATO, V. A.; SCOPEL, I.; LOPES, R. M. Técnicas de geoprocessamento na espacialização do potencial natural de erosão da chuva na bacia hidrográfica do reservatório de Cachoeira Dourada - GO/MG. RA’E GA: o Espaço Geográfico em Análise, Curitiba, v.2, n.10, p. 1-18, 2005.

CARMELLO, V; SANT’ANNA NETO, J. L. Rainfall Variability and Soybean Yield in Paraná State, Southern Brazil. International Journal of Environmental & Agriculture Research, Mandsaur, v. 2, n.1, p. 86-97, 2016.

CARVALHO, J.R.P.; ASSAD, E.D. Análise espacial da precipitação pluviométrica no estado de São Paulo: comparação de métodos de interpolação. Engenharia Agrícola, v.25, n.2, p.377-384, 2005.

EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Mapa de Solos do estado do Paraná. Rio de Janeiro, Centro Nacional de Pesquisa de Solos: EMBRAPA: Solos e Florestas, ISSN 1517-2627, 2007. 95p.

FEDOROVA, N.; KHAN, V. Análise de complexo convectivo de mesoescala sobre o sul do Brasil. Revista Brasileira de Meteorologia, São Paulo, v. 14, n.1, p. 35-48, 1999.

FRITZSONS, E.; MANTOVANI, L. E.; WREGE, M. S.;CHAVES NETO, A. Análise da pluviometria para definição de zonas homogêneas no estado do Paraná. RA’E GA: o Espaço Geográfico em Análise, Curitiba, v. 23, n.1, p. 555-572, 2011.

GRIMM, A. M.; TEDESCHI, R. G. ENSO and extreme rainfall events in South America. Journal of Climate, Boston, v. 22, n.7, p. 1589-1609, 2009.

GONÇALVES, F.A.; SILVA, D.D.; PRUSKI, F.F.; CARVALHO, D.F.; CRUZ, E.S. Índices e espacialização da erosividade das chuvas para o estado do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.10, n.2, p.269-276, 2006.

ITCG (Instituto de Terras, Cartografia e Geodésia). Produtos Cartográficos. Disponível em:

KÖPPEN, W. Klassifikation der Klimate nach Temperatur, Niederschlag und Jahreslauf. Petermanns Mitt, v. 64, p. 193-203, 1918.

LANDIM, P. M. B. Análise estatística de dados geológicos. São Paulo: Editora da UNESP. 1998.226p.

LEIVAS, J.F.; BERLATO, M.A.; FONTANA, D.C. Risco de deficiência hídrica decendial na metade sul do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande, v.10, n.2, p.397- 407, 2006.

LOMBARDI NETO, F.; MOLDENHAUER, W. C. Erosividade da chuva: sua distribuição e relação com perdas de solo em Campinas, SP. Bragantia, Campinas, v.51, n.2, p. 189-196, 1992.

MAACK, R. Geografia Física do estado do Paraná. 4ª ed. Ponta Grossa: Editora UEPG. 2012. 526p.

MARTINS, V. M.; GASPARETTO, N. V. L.; CASTRO, S. S.; SANTOS, M. L. O sistema pedológico LV-PV-RQ e a erosão na região noroeste do estado do Paraná, Brasil. In: BATEIRA, C; SOARES, L.; GOMES, A.; CHAMINÉ, H. I. (Org.). Geomorfologia. Porto: Sersilito Empresa Gráfica, v. 7, p. 115-124, 2012.

MELLO, Y.R.; OLIVEIRA, T.M.N. Análise estatística e geoestatística da precipitação média para o município de Joinville (SC). Revista Brasileira de Meteorologia, São Paulo, v.31, n.2, p.229-239, 2016.

MINEROPAR. Atlas Geológico do estado do Paraná. 2001. Minerais do Paraná, Curitiba. 2001. 125p. CD ROM.

MONTEBELLER, C.A.; CEDDIA, CARVALHO, D.F.; VIEIRA, S.R.; FRANCO, E.M. Variabilidade espacial do potencial erosivo das chuvas no estado do Rio de Janeiro. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.27, n.2, p426-435, 2007.

NAKASHIMA, P. Sistema pedológico da região noroeste do estado do Paraná: distribuição e subsídios para o controle da erosão. 2000. 237f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geografia Física. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

NASCIMENTO JÚNIOR, L.; SANT’ANNA NETO, J.L. Contribuição aos estudos da precipitação no estado do Paraná: a oscilação decadal do Pacífico - ODP. RA’E GA: o Espaço Geográfico em Análise, Curitiba, v. 35, n.2, p. 314-343, 2016.

NERY, J.T.; CARFAN, A.C. Re-analysis of pluvial precipitation in southern Brazil. Atmosféra, Cidade do México, v.27, n.2, p.103-114, 2014.

NIMER. E. Climatologia do Brasil. 2ªEdição. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1989. 421p.

NÓBREGA, M.T.; SERRA, E. Noroeste do Paraná: a dinâmica da paisagem rural nas zonas de contato arenito-basalto. Terr@Plural, Ponta Grossa, v.3, n.2, p.197-213, 2009.

NÓBREGA, M. T.; SERRA, E. ; SILVEIRA, H.; TERASSI, P. M. B.; BONIFÁCIO, C. M. Landscape structure in the Pirapó, Paranapanema 3 and 4 Hydrographic Unit, in the state of Paraná, Brazil. Brazilian Journal of Biology (Online), São Carlos, v. 27, n.4, s. 2, p. 1-13, 2015.

OLIVEIRA, L.F.C; FIOREZE, A.P.; MEDEIROS, A.M.M.; SILVA, M.A.S. Comparação de metodologias de preenchimento de falhas em séries históricas de precipitação pluvial anual. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.14, n.11, p.1186-1192, 2010.

OLIVEIRA, P.T.S.; WENDLAND, E.; NEARING, M.A. Rainfall erosivity in Brazil: a review. Catena, Amsterdam, v. 100, n.1, p.139-147, 2012.

QUADRO, M. F. L.; SILVA DIAS, M. A. F.; HERDIES, D. L.; GONCALVES, L. G. G. Análise climatológica da precipitação e do transporte de umidade na região da ZCAS através da nova geração de reanálises. Revista Brasileira de Meteorologia, São Paulo, v. 27, n.2, p. 287-294, 2012.

RUFINO, R. L.; BISCAIA, R. C. M.; MERTEN, G. H. Determinação do potencial erosivo da chuva do estado do Paraná, através de pluviometria: terceira aproximação. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v. 17, n.1, p. 439-444,1993.

SERRA, E. ; NÓBREGA, M. T.; ANDRADE, J. A. Paisagem, estudo de caso no espaço agrário do Noroeste do Paraná. Revista da ANPEGE, Uberlândia, v. 8, n.10, p. 85-99, 2012.

SILVA, A.M. Rainfall erosivity map for Brazil. Catena, Amsterdam, v.57, n.3, p.251-259. 2004.

SILVA, C.B.; SANT’ANNA NETO, J.L.; TOMMASELLI, J.T.G.; PASSOS, M.M. Dinâmica atmosférica e análise geoestatística do clima na área de integração paisagística ‘Raia Divisória’ SP/PR/MS: uma proposta de tipologia climática. Revista Brasileira de Climatologia, Curitiba, v. 2, n.1, p. 53-70, 2006.

SILVA, M.A.; SILVA, M.L.N.; CURI, N.; SANTOS, G.R.; MARQUES, J.J.G.S.M.; MENEZES, M.D.; LEITE, F.P. Avaliação e espacialização da erosividade da chuva no Vale do rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.34, n.4, p.1029-1039, 2010.

SOUZA, V.; GASPARETTO, N. V. L. Avaliação da erodibilidade de algumas classes de solos no município de Maringá por meio de análises físicas e geotécnicas. Boletim de Geografia, Maringá, v. 13, n.2, p. 267-278, 2010.

TERASSI, P. M. B.; SILVEIRA, H. Aplicação de sistemas de classificação climática para a bacia hidrográfica do rio Pirapó - PR. Formação, Presidente Prudente, v. 1, n.20, p. 111-128, 2013.

TERASSI, P. M. B.; SILVEIRA, H.; GRAÇA, C. H. Distribuição espaço-temporal pluviométrica e a erosividade das chuvas na bacia hidrográfica do rio Pirapó - PR. Formação, Presidente Prudente, v. 2, n.21, p. 136-158, 2014.

TERASSI, P.M.B. Variabilidade pluviométrica e a erosividade na unidade hidrográfica Pirapó, Paranapanema III e IV, Paraná. 2015. 185f. Programa de Pós - Graduação em Geografia, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2015.

TERASSI, P. M. B.; SILVEIRA, H.; GRAÇA, C. H. Regiões pluviométricas homogêneas e a erosividade das chuvas na unidade hidrográfica Pirapó, Paranapanema III e IV-Paraná. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 26, n.46, p. 507-521, 2016.

TOMAZONI, J. C.; GUIMARÃES, E. A sistematização dos fatores da EUPS em SIG para quantificação da erosão laminar na bacia do rio Jirau. Revista Brasileira de Cartografia, Rio de Janeiro, v. 57, n.3, p. 235-244, 2005.

TOMMASELLI, J.T.G.; FREIRE, O.; CARVALHO, O. Erosividade da chuva na região oeste do estado de São Paulo. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria,v.7, n.2, p. 269-276, 1999.

VILLELA, S. M.; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1975. 245p.

WALTRICK, P. C.; MACHADO, M. A. M.; OLIVEIRA, D.; GRIMM, A. M.; DIECKOW, J. Erosividade de chuvas no estado do Paraná: Atualização e influência dos eventos “El Niño” e “La Niña”. Boletim Técnico da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Curitiba, 2012. 36p.

WALTRICK, P. C.; MACHADO, M. A. M.; DIECKOW, J.; OLIVEIRA, D. Estimativas da erosividade de chuvas no estado do Paraná pelo método da pluviometria: Atualização com dados de 1986 a 2008. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.39, n.1, p.256-267, 2015.

WISCHMEIER, W. H. A rainfall erosion index for a universal soil-loss equation. Soil Science Society of America Proceedings, Madison, v.23, n. p.246-249, 1959.

ZANDONADI, L. As chuvas da bacia do rio Paraná, Brasil: Um estudo do ritmo climático e algumas considerações sobre a vazão hídrica. 2013. 206f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2013.

ZANDONADI, L.; ACQUAOTTA, F.; FRATIANNI, S.; ZAVATTINI, J. A. Changes in precipitation extremes in Brazil (Paraná River Basin). Theoretical and Applied Climatology, Berlin, v.119, n.1, p. 01-18, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v39i0.42196

Direitos autorais 2017 RA'E GA - O Espaço Geográfico em Análise

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009