Ritmo na língua e na música: o elo possível

Beatriz Raposo de Medeiros

Resumo


Partindo de uma discussão sobre o que é língua e linguagem, procura-se aclarar como se deve empregar o termo "linguagem" em relação à música. Em seguida, propõe-se uma compreenção de música e língua como sistemas dinâmicos. Uma vez compreendidos com sistemas que envolvem movimento, por isso passíveis de receber modelamentos envolvendo a ideia de osciladores, os sistemas linguísticos e musical se irmanam crucialmente através do ritmo. O ritmo é visto como o fenômeno organizador do movimento humano. Ao final, propõe-se aprofundar os estudos sobre cognição musical entendendo-se a música como movimento e o ritmo como viabilizador desse movimento.

Palavras-chave


língua; música; ritmo e sistemas dinâmicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/mp.v2i2.19528