Avaliação de ameaças tecnológicas na cidade de Paranaguá/PR, Brasil

Daniela Torrisi, Eduardo Vedor de Paula, Carlos Augusto Wroblewsky

Resumo


A redução de riscos a desastres está ganhando relevância no campo das ciências ambientais, sendo frequentemente abordada em diagnósticos territoriais. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo analisar e avaliar os níveis de ameaça tecnológica com relação ao armazenamento de produtos perigosos na cidade de Paranaguá. A metodologia desenvolvida tem como base teórica a legislação espanhola Reglamento de Actividades Molestas, Insalubres, Nocivas y Peligrosas de 1961, bem como é complementada com as propostas da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) do Brasil. A análise foi realizada, com o auxílio do software ArcGIS 10.1, considerando a distância como fator de exposição. A partir da aplicação desta metodologia, pode se concluir que um total de 84,75 km² estão sob ameaças tecnológicas e mais de 124.000 pessoas seriam afetadas no caso de acontecer um evento.

Palavras-chave


ameaça tecnológica; elementos expostos; produtos perigosos

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v41i0.46015

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109
 
Flag Counter