Desenvolvimento e Meio Ambiente

Choose the English language in "IDIOMA" box on the right

A revista Desenvolvimento e Meio Ambiente, do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento da Universidade Federal do Paraná, tem como escopo publicar artigos, resenhas e conferências de temas socioambientais. Ancorada em uma perspectiva interdisciplinar, o foco central da revista é a discussão de problemáticas que se inscrevam na intersecção entre sociedade e natureza. A submissão dos trabalhos é na forma de fluxo contínuo. Artigos de caráter estritamente disciplinar ou técnico não são aceitos, independentemente da avaliação de sua qualidade.


Artigo recomendado a nossos avaliadores (copie e cole no navegador)

http://csi.sagepub.com/content/64/5/691?etoc

__________________________________________________________

CONVITE PARA SEÇÃO ESPECIAL EM PREPARAÇÃO

A revista Desenvolvimento e Meio Ambiente publicará um dossiê dedicado às interfaces entre Comunicação e Mudanças Climáticas. Convidamos os pesquisadores da área a submeter trabalhos inéditos, de acordo com as normas da publicação, disponíveis aqui: http://revistas.ufpr.br/made/about/submissions#authorGuidelines. A Desenvolvimento e Meio Ambiente publica trabalhos em português, inglês, espanhol e francês. O prazo final para submissão de artigos é 30 de outubro de 2016.

Abaixo segue a chamada do dossiê "Comunicação e Mudanças Climáticas":

As mudanças climáticas correspondem a um dos grandes desafios socioambientais contemporâneos por interagirem com uma série de outros fatores que tensionam ainda mais a relação entre sociedade e natureza.  Os meios de comunicação tornaram familiares essas mudanças, que são pouco perceptíveis no dia a dia das pessoas e contribuíram para que o tema estivesse presente nas discussões políticas dos últimos anos. Um vasto número de agentes sociais tem avançado diversas leituras e entendimentos do tema, que ganham diferentes níveis de visibilidade na mídia tradicional e têm expressão crescente noutros espaços de comunicação sem intermediação, como as redes sociais, blogs e diferentes tipos de páginas web.

Entretanto, as interfaces entre os estudos da Comunicação e as problemáticas que fazem parte das mudanças do clima não são, de maneira alguma, simples ou meramente instrumentais. Há um rol de questionamentos que emergem deste encontro. Por exemplo, entre muitas outras, podem ser levantadas as seguintes questões: De que forma é que a mídia tem contribuído para o reforço do status quo relativamente a políticas relevantes para as mudanças climáticas ou, pelo contrário, tem impulsionado a transformação? Até que ponto é que os discursos dominantes têm promovido o engajamento dos cidadãos com a questão? Que discursos podem ser identificados em meios e espaços alternativos de comunicação? 

Pensando em debater e difundir as problemáticas associadas a esta relação, este dossiê da Revista Desenvolvimento e Meio Ambiente, perfilhando uma perspectiva interdisciplinar, objetiva delinear as possibilidades e limites da comunicação ambiental focada no clima, assim como discutir as condições concretas e complexidades das práticas de comunicação. Busca-se refletir sobre as dificuldades de traduzir a questão pela imprensa, assim como tratar das representações articuladas pelo jornalismo a respeito de riscos e enfrentamento em diferentes meios: televisão, impressos, rádio e web. Abre-se espaço para as interações com o campo científico, econômico e político, assim como para os meandros da produção, circulação e recepção dos discursos sobre as mudanças climáticas. 

Entre outros, serão bem-vindos artigos versando sobre os seguintes tópicos:

- representações midiáticas das mudanças climáticas, incluindo análises de texto, imagem, vídeo, multimodais, etc.;

- discursos sobre mudanças climáticas de diferentes atores sociais (governos, organismos científicos, empresas, etc.);

- estratégias de comunicação de movimentos cívicos e organizações não-governamentais;

- processos de consumo/recepção de comunicação sobre mudanças climáticas;

- cidadania e comunicação;

- comunicação e processos políticos sobre mudanças climáticas.

 

__________________________________________________________

 

Informamos que todos os artigos e volumes publicados pela Desenvolvimento e Meio Ambiente contam agora com o Digital Object Identifier (DOI).


___________________________________________________________


Indexada por:

DOAJ - Directory of Open Access Journals (http://www.doaj.org/)

CAB Abstracts (http://www.cabi.org)

Portal de Periódicos da Capes (http://periodicos.capes.gov.br/)

GeoDados – Indexador de Geografia e Ciências Sociais (http://www.geodados.uem.br/)

 

___________________________________________________________

 

QUALIS Capes (Triênio 2010-2012):

B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS

 

___________________________________________________________

 


v. 37 (2016)


Capa da revista

Edição especial: Nexo Água e Energia 2016

Organizadores: Sigrid de Mendonça Andersen e Janaina Camile Pasqual Lofhagen