Novo modelo de publicação dos artigos no JPE

A partir do volume 11 (2017), mudamos nossa metodologia de publicação dos artigos, passando a publicá-los separadamente, um artigo de cada vez, considerando cada trabalho como um número próprio da revista, de maneira a garantir aquela agilidade na disponibilização dos textos. Isto, todavia, não altera o processo de submissão e avaliação dos trabalhos.

Esta proposta dialoga com a necessidade de enfrentamento aos desafios já elencados em artigo que publicamos no v. 10, n. 20, com um balanço dos 10 anos do JPE. Temos alcançado a periodicidade com um atraso médio de 3 meses. Isto é, temos publicado cada número em até 3 meses após a finalização temporal da revista, no final de cada semestre. Isto se deve ao fato do fechamento dos aspectos científicos do periódico, com a necessidade de termos o número mínimo de artigos avaliados e aprovados para compor cada edição.

A solução que encontramos então, como mencionado, é já conhecida e utilizada por alguns periódicos, como os Archivos Analíticos de Política Educativa (EPAA), publicada pela Universidade do Arizona/EUA, e a Educação em Revista, publicada pela UFMG, e, mais recentemente, pela Retepe - Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, em um modelo conhecido como continuous publishing, que é um procedimento de publicação imediata após a aprovação de cada artigo, configurando cada trabalho como um número da revista. O periódico se organiza em volumes, que são anuais. Dentro de cada volume, há um conjunto de números, que, até o ano passado, compilavam um bloco de artigos originais. Passamos, a partir de agora, a publicar cada artigo como sendo um número, o que evitará atrasos referentes ao fechamento de dada edição.