Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Este é mais um passo na trajetória do Núcleo de Políticas Educacionais – NuPE, do Setor de Educação da UFPR. Em atividade desde 2002, articulando preocupações entre o aprofundamento das discussões da área de políticas educacionais e o acompanhamento da conjuntura regional e nacional dessas políticas, entendemos que uma das formas de ampliarmos o debate seria a criação de um periódico dedicado ao tema sob responsabilidade direta do Núcleo. Certamente existem vários e importantes periódicos que tem espaço para as nossas questões de pesquisa, entretanto, normalmente, os prazos e procedimentos dos periódicos da área da educação, somados às estratégias que muitos deles adotam para sobreviver, como a constituição de dossiês temáticos, dificultam a socialização mais imediata dos conhecimentos produzidos pela pesquisa em políticas educacionais. E este campo, em especial, necessita de maior agilidade na divulgação dos resultados das pesquisas, uma vez que majoritariamente estudamos a conjuntura (mesmo que a compreendamos como o produto de um processo histórico) e esta conjuntura muda com razoável velocidade, assim, muitas vezes, quando vamos ler um artigo que relata uma investigação em políticas educacionais, ocorre dele já estar extemporâneo.

O JORNAL DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS tem essa preocupação como ponto de partida. Mesmo não subestimando as dificuldades de se organizar um periódico científico, de mantê-lo vivo e, principalmente, atual e aggiornado, temos a expectativa de que com o auxílio dos pesquisadores do campo, enviando suas contribuições e utilizando o periódico como fonte de consulta, e com uma proposta editorial singela, de investimento moderado, poderemos alcançar os objetivos de contribuir com a construção e socialização do conhecimento no campo das políticas educacionais. Artigos que relatam investigações científicas em políticas educacionais são bem vindos. Os autores de pesquisas, dissertações e teses concluídas que procuram espaço para divulgar suas conclusões, sintetizem suas análises e remetam-nas. Também procuramos garantir o espaço para as resenhas de lançamentos de livros do campo temático e para a divulgação de resumos de teses e dissertações recém-defendidas. Entrem em contato conosco, utilizem e divulguem este Jornal, pois as possibilidades dele atingir mais pessoas e contribuir com a produção científica do campo das políticas educacionais estão diretamente relacionadas à amplitude que terá dentre os pesquisadores e público interessado no tema.

 

Políticas de Seção

Texto Integral

Editores
  • ANGELO SOUZA
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Pré-Textuais

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumos de Teses e Dissertações

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O Jornal de Políticas Educacionais adota a seguinte política de avaliação:

1 - Registro do recebimento do artigo ou resenha via sistema de submissão online.

2 - Avaliação, pela Equipe Editorial, quanto à pertinência do artigo ou resenha em relação à linha editorial e escopo da revista.

Critérios da avaliação preliminar:

a) O artigo deverá apresentar uma contribuição original para o campo de pesquisa;

b) O artigo ou resenha deve, necessariamente, enquadrar-se na linha editorial da revista: o tema do artigo ou tema do livro resenhado deve estar relacionado à política educacional; possuir um potencial para servir de referência para outros estudos e pesquisas;

c) Apresentar correção de linguagem;

d) Atender as normas da ABNT para citação, referências bibliográficas, resumo, entre outras;

e) Evidenciar o cumprimento de questões éticas da pesquisa, preferencialmente de modo explícito, por meio da indicação da aprovação por Comitê de Ética, quando for o caso.

3 - Encaminhamento para pareceristas.

4 - Análise e confrontação dos pareceres:

4.1 - Os artigos ou resenhas com pareceres favoráveis são encaminhados para a coordenação da Equipe Editorial que encaminhará ao (s) autor (es) os pareceres e as solicitações de correções indicadas pelos pareceristas e pela Equipe Editorial (com relação ao resumo, abstract, normalização, etc).

4.2 - Os artigos ou resenhas com um parecer favorável e outro contrário são encaminhados para um terceiro parecerista.

4.3 - Os artigos com dois pareceres contrários serão recusados.

4.4 - O aceite final e o agendamento da publicação do artigo ou resenha ocorrerão apenas após o recebimento do texto reformulado.

Após o aceite definitivo, os artigos são encaminhados para revisão final de Língua Portuguesa, elaboração de abstracts e resumo em espanhol e normalização. 

4.5 - Os artigos submetidos são avaliados por pares acadêmicos, aos quais se garante o anonimato (blind peer review).

4.6 - A revista utiliza o iThenticate - Similarity Crosscheck (sistema de controle de plágio). Os artigos são submetidos ao referido software de controle de plágio no processo de avaliação do artigo.

4.7 – O Jornal de Políticas Educacionais é editado com recursos do Núcleo de Políicas Educacionais e não há cobrança de taxas para processamento ou publicação de artigos (no submission charges).

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Todos os materiais publicados neste periódico podem ser publicizados, desde que a fonte seja citada integralmente.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Indexadores/Bases de Dados

Este periódico é indexado nas seguintes bases de dados:

BBE – Biblioteca Brasileira de Educação (MEC/INEP)

Clase (Base de Datos Bibliográfica de Revistas de Ciencias Sociales y Humanidades)

Diadorim – Diretório de Política de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras (IBICT)

Index Copernicus

Portal de Periódicos (CAPES)

SER – Sistema Eletrônico de Revistas da Universidade Federal do Paraná (SER/UFPR)

Sumários de Revistas Brasileiras (FUNPEC-RP)

DRJI - Directory of Research Journals Indexing