Notícias

 

 

Chamada para Concurso de Fotografias

 
2º CONCURSO DE FOTOGRAFIAS REVISTA GUAJU  
Publicado: 2017-09-11 Mais...
 

Chamada para Dossiê Temático

 

USO SUSTENTÁVEL DA BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS

Organizadores: Luiz Everson da Silva, Wanderlei do Amaral e Ulysses Paulino de Albuquerque

 

A Guaju – Revista Brasileira de Desenvolvimento Territorial Sustentável convida pesquisadores e pesquisadoras de diferentes áreas do conhecimento a colaborarem com artigos para o dossiê temático Uso sustentável da biodiversidade e conservação de recursos naturais, que será publicado na sua próxima edição (v.3, n.1, 2017).

A proposta é discutir os aspectos conjunturais e analíticos que traduzam as inquietudes sobre o uso sustentável da biodiversidade e a conservação dos recursos naturais em articulação com o Desenvolvimento Territorial. Acredita-se que o sistema de ciência e tecnologia regional deve ser descentralizado através do desenvolvimento de programas de pesquisa integrados, focalizados no desenho e no teste de modelos de territórios sustentáveis para os diferentes tipos de regiões no país. Estudos de caso, exemplos no processo de agregação de produtos da biodiversidade com o intuito de geração de trabalho e renda para as comunidades locais serão bem vindos. Além disso, relatos e reflexões sobre a cooperação possível entre os saberes tradicionais e a ciência para comunicar uma conservação da biodiversidade inspirada por valores para além do mercado são incentivados.

Data de limite para envio prorrogado para 16 de abril de 2017.

 
Publicado: 2016-12-18
 

Chamada para Dossiê Temático

 

SOBERANIA ALIMENTAR, DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E SUSTENTABILIDADE: OLHARES E CONTEXTOS 

Organizadores: Alfio BrandenburgIslandia Bezerra e Rubia Carla Formighieri Giordani 

A Guaju – Revista Brasileira de Desenvolvimento Territorial Sustentável convida pesquisadores e pesquisadoras de todas as áreas do conhecimento a colaborarem com textos para o dossiê temático “Soberania Alimentar, Desenvolvimento Territorial e Sustentabilidade: olhares e contextos”, que será publicado na sua próxima edição (Vol.2. n.1). 

A proposta é trazer para reflexão dos nossos leitores e leitoras, os aspectos conjunturais e analíticos que traduzam as inquietudes sobre problemas emergentes e mobilizadores do Desenvolvimento Territorial, como a Soberania Alimentar e a Sustentabilidade.  

Tomar-se-á neste dossiê, a Soberania Alimentar como princípio, fazendo-se referência à sua definição postulada originalmente pelo movimento internacional da Via Campesina como sendo “… o direito de cada povo a definir suas próprias políticas agropecuárias e em matéria de alimentação, a proteger e regulamentar a produção agropecuária nacional e mercados domésticos a fim de alcançar metas de desenvolvimento com sustentabilidade, decidir em que medida querem ser auto suficientes […] A Soberania Alimentar não nega o comércio internacional, mas especialmente defende a opção de formular aquelas políticas e práticas comerciais que melhor sirvam aos direitos da população a dispor de métodos e produtos alimentares inócuos, nutritivos e ecologicamente sustentáveis”. 

Desta forma, espera-se que os artigos cumpram com o desafio de articular de maneira complexa temas como: produção e consumo de alimentos, socioeconomia, agroecologia, biodiversidade, saberes e práticas tradicionais envolvidos nos sistemas alimentares locais, além da problematização de novas tecnologias utilizadas na produção dos alimentos. Considera-se ainda fundamental debater a atuação do Estado, mediante a criação, implantação e implementação de políticas públicas que viabilizem e fortaleçam outros modelos de desenvolvimento do território considerando seus sistemas culturais locais, a agrobiodiversidade e a sustentabilidade ambiental, social e econômica.  

Serão aceitos artigos de natureza interdisciplinar, com propostas teóricas críticas e metodologias inovadoras que abordem de maneira complexa e articulada as diversas dimensões da Soberania Alimentar em sua relação com a Socioeconomia e saberes locais; Redes sociais e políticas públicas, além de estudos aplicados na área da Ecologia e biodiversidade. 

Data limite para envio: 02 de maio de 2016.

Prazo prorrogado para envio: 15 de maio de 2016.



 
Publicado: 2016-03-03
 
1 a 3 de 3 itens