MODELAGEM GEOESTATÍSTICA APLICADA A GEOLOGIA DE ENGENHARIA

Bruno Rodrigues Oliveira, Gabriela Branquinho Antônio

Resumo


A atuação da geologia na área da engenharia civil vem crescendo muito nos últimos anos devido ao aquecimento do setor, entretanto os estudos geológicos-geotécnicos demandam muito tempo e são dispendiosos, todavia é possível utilizar a geoestatística para gerar informações que otimizem a elaboração desses estudos. Este artigo tem como objetivo utilizar a geoestatística para produção de informações com a finalidade de auxiliar no planejamento e/ou complementar os estudos geológicos aplicados a engenharia. Primeiramente, realizou-se uma análise exploratória dos dados, a espessura do solo superficial na área de estudo, que servirão como base para o estudo. Em seguida foi realizada a modelagem geoestatística objetivando compreender o condicionamento espacial e a variabilidade dos dados e construção do grid de estimativa. Por fim, foram estimadas espessuras de solo superficial no grid pelo método de krigagem ordinária. Essa metodologia, permitiu, a partir dos dados coletados, elaborar mapas temáticos visando auxiliar a estudos geológico-geotécnicos que venham a ser realizados na área de estudo e apresentar uma forma de aplicação da geoestatística na geologia de engenharia.


Palavras-chave


Geoestatística; Krigagem; Geologia de Engenharia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geo.v73i1.43417

Boletim Paranaense de Geociências. ISSN: 0067-964X
 
 
Programa de Pós-Graduação em Geologia da UFPR