DINÂMICA DA BIOMASSA E CARBONO ARBÓREO ENTRE 1995-2012 EM FLORESTA OMBRÓFILA MISTA MONTANA

Evelyn Takahashi Lipinski, Ana Paula Dalla Corte, Carlos Roberto Sanquetta, Aurélio Lourenço Rodrigues, Francelo Mognon, Alexandre Behling

Resumo


Avaliou-se a dinâmica da biomassa e do carbono no componente arbóreo acima do solo em um fragmento de Floresta Ombrófila Mista Montana no sul do Brasil. Os dados foram coletados em quatro parcelas permanentes instaladas no ano de 1995 com medições anuais até o ano de 2012. Indivíduos arbóreos com diâmetro à altura do peito (DAP) ≥10 cm foram mensurados. As árvores mortas e os indivíduos recrutas foram registrados em cada avaliação. Estimou-se a biomassa e o carbono orgânico ao nível de família, espécie e classe diamétrica. O estoque de biomassa acima do solo em árvores vivas foi estimado em 174,5 Mg ha-1 no ano de 1995 e de 235,4 Mg ha-1 para o ano de 2012, correspondendo a 73,14 Mg ha-1 e 98,66 Mg ha-1 de carbono, respectivamente. O incremento periódico anual (IPA) foi de 3,58 Mg ha-1 ano-1 de biomassa e 1,49 Mg ha-1ano-1 de carbono. O grupo das Araucárias apresentou maior estoque tanto em biomassa quanto em carbono. Entre as famílias, destacaram-se Araucariaceae e Lauraceae, e entre espécies Araucaria angustifolia. Avaliando a distribuição espacial das variáveis, contatou-se que os estoques de biomassa e carbono se mostraram muito associados à presença de Araucaria angustifolia.


Palavras-chave


Inventário florestal; fitomassa; crescimento; recrutamento; mortalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v47i2.40024

Revista FLORESTA
ISSN Eletrônico 1982-4688
fone: 41 3360 4219
revista.floresta@gmail.com