O empresário schumpeteriano e o setor de varejo no Brasil: Samuel Klein e as Casas Bahia

Armando João Dalla Costa, Junior Ruiz Garcia

Resumo


O comportamento do empresário schumpeteriano, freqüentemente, é analisado sob o contexto da produção industrial, sendo restritos os estudos que definem sua função no setor comercial. Este trabalho tem por objetivoencontrar os elementos que caracterizam um empresário inovador sob a perspectiva schumpeteriana na atividade comercial. De acordo com Schumpeter, empresário é o agente que leva a cabo novas combinações de fatores disponíveis na economia. Essas novas combinações são denominadas inovações e podem manifestar-se em cinco circunstâncias: i) novos produtos ou melhoria de produtos existentes, ii) novo método de produção, iii) novo ercado, iv) nova fonte de matéria-prima, e v) uma nova organização da indústria. Com base nestas definições e informações sobre o comportamento de Samuel Klein, fundador das Casas Bahia, empresa do setor de varejo de eletroeletrônicos no Brasil, se buscará identificar as características do empresário inovador. O estudo envolve uma revisão da literatura, seguida de estudo do setor de varejo brasileiro e finalmente uma análise da história da empresa e do empresário sob o enfoque proposto.


Palavras-chave


empresário schumpeteriano; Casas Bahia; varejo; eletroeletrônicos; Schumpeterian entrepreneur; Casas Bahia; retail; white goods

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v32i1.6832

Revista de Economia

ISSN 0556-5782 (impresso)
ISSN 2316-9397 (online)