Tarde avant Bergson: Le statique et le dynamique

Pierre Montebello

Resumo


Retraçar influências é importante, mas a relação entre dois pensadores não pode ser somente a de uma in uência, pois toda in uência é retrospectiva. De que se trata aqui é, sobretudo, da retomada de um gesto especulativo que engaja e se prolonga. Os princípios metafísicos de Tarde são de tal magnitude que, ao lê-los, não podemos mais separar Bergson de uma poderosa visão que começa antes dele. Com a intenção de agar a continuidade de um mesmo gesto de pensamento entre esses dois autores, iremos abordar, neste texto, o psicomor smo de Tarde, sua suposição de um divisão na natureza e algumas das consequências sobre a moral e a religião passíveis de serem dele retiradas e que, acreditamos, possuem alguma concordância com o bergsonismo. 


Palavras-chave


Bergson; Tarde; Natureza; Psicologia; Sociologia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dp.v14i2.57241