EDUCAÇÃO EM SERVIÇO: QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM PARA O TRATAMENTO DE FERIDAS

Camila Bittencourt Jacondino, Danusa Fernandes de Severo, Katiuscia Rosales de Rodrigues, Lilian de Lima, Rosana Radke Einhardt, Simone Coelho Amestoy

Resumo


O estudo objetivou identificar o conhecimento dos profissionais de enfermagem de nível médio sobre o tratamentode feridas, antes e após atividades de Educação em Serviço. Foi desenvolvido em um hospital de grande porte, em novembro de2008, e participaram 39 profissionais, que frequentaram os encontros de Educação em Serviço. O estudo foi realizado em três momentos: aplicação do questionário fechado; Educação em Serviço; e reaplicação do questionário. Após isso, foi feita umaanálise quantitativa através do teste qui-quadrado dos resultados obtidos. Quanto aos sinais do processo inflamatório, 81% dos participantes responderam corretamente antes da Educação em Serviço e 100% após a atividade. Sobre a limpeza correta de uma ferida, 74% citaram corretamente antes e 87%, após. No que se refere aos fatores retardatários da cicatrização, 29% responderam corretamente antes do encontro e 68% após. Concluiu-se a importância da Educação em Serviço para atualização dos profissionais de enfermagem, acarretando a diminuição do risco de iatrogenias, e promovendo maior qualidade no cuidado aos usuários.

Palavras-chave


Capacitação em serviço; Educação em enfermagem; Curativos; In-service training; Nursing education; Dressings; Capacitación en servicio; Educación en enfermería; Curativos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v15i2.17867

 Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133