O poder de fazer mais! Uma análise da formação dos tablets enquanto um objeto discursivo

Cédrick Cunha Gomes da Silva, Fernando Gomes de Paiva Júnior, Sérgio Carvalho Benício de Mello

Resumo


A invenção dos tablets representou uma ruptura no mercado de tecnologias móveis. Porém, a hegemonia dos discursos em torno das grandes marcas tem produzido relações de desigualdade e marginalização daqueles considerados obsoletos frente a esse progresso tecnológico. Neste sentido, neste estudo buscamos por meio de uma abordagem crítica de Análise Retórica compreender como argumentos persuasivos influenciados por relações de poder/discurso são desenvolvidos nos enunciados publicitários de sujeitos presentes no mercado de tablets. Algumas das conclusões apontam como uma gama de conceitos, por exemplo, liberdade e eficiência, são articulados na formação dos tablets enquanto objeto discursivo.


Palavras-chave


Discurso; Poder; Tablets

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/2238-0701.0n0p177-196